Fras-le (FRAS3) levanta R$ 630 milhões em oferta primária; veja os destaques do Radar

Últimas notícias sobre: Lojas Renner, Gol, Isa Cteep, Eletrobras, Ultrapar, Camil e mais.

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


No Forbes Radar de hoje (8), a Fras-le informou que, no âmbito da sua oferta restrita de ações, foi aprovado o preço por ação de R$ 12,00, fazendo com que o montante total da oferta seja de R$ 629,4 milhões.

Já a Lojas Renner anunciou que, em decorrência da operação de recompra de 1,8 milhão de ações de emissão da companhia, o JCP (juros sobre capital próprio) anunciado em março passou a corresponder ao valor de R$ 0,1441 por ação.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Veja esses e outros destaques corporativos do dia:

Fras-le (FRAS3)

A Fras-le informou que, no âmbito da sua oferta primária restrita de ações, foram aprovados o preço por ação de R$ 12,00, o efetivo aumento do capital social da companhia e a sua homologação no montante total de R$ 629,4 milhões, mediante a emissão de 52.450.000 novas ações.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Assim, o montante total da oferta será de R$ 629,4 milhões, e o novo capital social da companhia passará para R$ 1,2 bilhão.

Lojas Renner (LREN3)

A Lojas Renner informou que, em decorrência da operação de recompra de 1,8 milhão de ações de emissão da companhia, o JCP anunciado em março passou a corresponder ao valor de R$ 0,1441 por ação, considerando a quantidade de 981.012.727 ações, das quais foram excluídas as ações em tesouraria.

Gol (GOLL4)

A Gol informou que foi aprovado o aumento de capital da companhia no montante de, no mínimo, R$ 948,3 milhões e, no máximo, R$ 2,8 bilhões.

Os acionistas da companhia terão direito de preferência para a subscrição de ações preferenciais e poderão subscrever ou ceder seus direitos de preferência a terceiros. O prazo de exercício do direito de preferência será de 30 dias, contados de 13 de abril de 2022, encerrando-se em 13 de maio de 2022.

Isa Cteep (TRPL4)

A Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista informou que foi aprovada a realização da 12ª emissão de debêntures simples em até duas séries.

Serão emitidas 700 mil debêntures, com valor nominal unitário de R$ 1 mil, totalizando um montante de R$ 700 milhões. Os recursos serão destinados para refinanciamento de dívida e recomposição de caixa da elétrica.

Eletrobras (ELET6)

O presidente do BNDES, Gustavo Montezano, disse que há uma chance razoável de as obras da usina nuclear Angra 3 não serem concluídas se a Eletrobras não for capitalizada.

Com isso, quem arcaria com os custos de fechamento do empreendimento seriam a empresa e a sociedade brasileira, apontou Montezano, durante debate público sobre a privatização da Eletrobras realizado pelo Tribunal de Contas da União.

O executivo do banco que está capitaneando os estudos da privatização apontou ainda um possível prejuízo à renovação da concessão da usina hidrelétrica Tucuruí, se o processo não andar. O empreendimento é uma das maiores fontes de receita da Eletrobras e tem contrato expirando em 2024.

Ainda segundo Montezano, existe hoje um “alinhamento” para que a capitalização da Eletrobras aconteça neste ano, com uma janela de mercado propícia e interesse das instituições em seguir com o processo.

Ultrapar (UGPA3)

A Ultrapar iniciou oferta de recompra à vista de títulos de dívida (bonds) no exterior com vencimento em 2026 e 2029. As ofertas de recompra estão sujeitas ao limite máximo de US$ 550 milhões.

Camil (CAML3)

A Camil informou que decidiu não seguir com a aquisição da unidade de negócios de pet food da Empresas Iansa, no Chile, que seria feita por sua controlada, Empresas Tucapel.

Banco do Brasil (BBAS3)

O Banco do Brasil informou que o Conselho de Administração elegeu Paulo Eduardo da Silva Guimarães como diretor de estratégia e organização, no lugar de Márvio Melo Freitasque. Guimarães deve tomar posse no dia 2 de maio.

Movida (MOVI3)

A Movida informou que a Simpar adquiriu 7,4 milhões ações ordinárias de emissão da companhia, e tal aquisição fez com que sua participação chegasse ao patamar de 65% do total de ações ordinárias emitidas pela Movida.

Multilaser (MLAS3)

A Multilaser anunciou acordo para assumir a produção no Brasil de equipamentos de segurança da gigante chinesa HikVision, em uma estratégia da empresa brasileira de eletrônicos de consumo para se diversificar para nichos de alto crescimento e ampliar receitas.

Pelo acordo, a partir do terceiro trimestre, a Multilaser assumirá a distribuição e venda de câmeras de segurança de nível básico da marca HiLook, da Hikvision, destinadas a pequenos projetos. Também ficará responsável pela linha Hikstorage, de itens de memória. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: