Rabobank eleva projeções do IPCA para 2022 e 2023

O Rabobank aumentou suas estimativas de inflação para 7,3% em 2022 e 3,8% em 2023.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Bruno Domingos/Reuters
Bruno Domingos/Reuters

A alteração das projeções ocorreu depois de o IBGE informar alta de 1,62% do IPCA em março

Acessibilidade


O Rabobank aumentou suas estimativas de inflação para 7,3% em 2022 e 3,8% em 2023, ante expectativas anteriores de 6,7% e 3,7%, respectivamente, e vê extensão do atual ciclo de aperto monetário, conforme relatório com data de hoje (11).

A alteração das projeções ocorreu depois de na semana passada o IBGE informar alta de 1,62% do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) em março sobre fevereiro, maior taxa para o mês em 28 anos, e de 11,30% em 12 meses, pico desde 2003, causada principalmente pelos maiores preços de combustíveis e alimentos.

O Rabobank apontou que os choques sobre os preços demandam um ajuste nos juros maior do que o planejado e também classificou como otimistas as projeções do BC para a inflação de março a maio: 1,02%, 1,21% e -0,14% respectivamente. O banco privado lembrou fala do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, de que a extensão desses choques ditará o calibre da política monetária.

“A nosso ver, esses choques exigem que o BC eleve a taxa Selic para até 13,25% na reunião de junho, embora Campos Neto tenha reafirmado que parar em 12,75% no encontro de maio deveria ser suficiente para reancorar as expectativas de inflação”, disseram Mauricio Une e Gabriel Santos, que assinam o relatório.

O Rabobank esperava que a mudança da bandeira de energia — de vermelha para verde, anunciada na quarta-feira (6) — ocorresse apenas a partir de maio. Com a antecipação da medida, cerca da metade do impacto no IPCA estimado para maio (-0,85 ponto percentual) será trazido para abril, sem gerar mudança no prognóstico para a inflação de 2022.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Uma redução pela Petrobras de 5,6% nos preços do gás de cozinha (GLP) nas refinarias deve ter efeito benigno, ainda que pequeno, nos dados de inflação do próximo mês. As estimativas do Rabobank para o IPCA mensal são de 0,69% em abril, -0,07% em maio, 0,39% em junho, 0,65% em julho, 0,42% em agosto e 0,29% em setembro.

Compartilhe esta publicação: