Ibovespa despenca com releitura do mercado sobre Fed e após BC estender alta de juros

SÃO PAULO (Reuters) – O principal índice da bolsa brasileira teve forte queda nesta quinta-feira, seguindo Wall Street, à medida que o mercado reavaliou as comunicações de política monetária do banco central norte-americano que levaram.

Compartilhe esta publicação:

SÃO PAULO (Reuters) – O principal índice da bolsa brasileira teve forte queda nesta quinta-feira, seguindo Wall Street, à medida que o mercado reavaliou as comunicações de política monetária do banco central norte-americano que levaram à disparada das bolsas na véspera.

Acessibilidade


Na cena local, a indicação de extensão do ciclo de aperto monetário pelo Banco Central também pesou nos negócios.

Vale, B3 e Bradesco foram as que exerceram as maiores pressões sobre o índice, enquanto Suzano, Gerdau, Gerdau Metalúrgica e Klabin foram as únicas a fecharem em alta.

O Ibovespa caiu 2,81%, a 105.304,19 pontos, menor fechamento desde 11 de janeiro. O índice melhorou no final, após ter apagado os ganhos acumulados em 2022 na mínima do dia. O volume financeiro foi de 31,8 bilhões de reais.

O índice tinha avançado 1,7% na quarta-feira, acompanhando salto das bolsas em Wall Street, após o presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, por ora descartar uma alta de 0,75 ponto percentual no juro dos Estados Unidos. A declaração veio na sequência do anúncio de elevação em 0,5 ponto.

Regis Chinchila, analista da Terra Investimentos, disse que houve releitura do mercado sobre as declarações do Fed.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Powell “tentou vender a ideia de que a economia está forte e que teria um aperto monetário ‘suave’, além da questão de não aumentar 0,75 ponto…mas o cenário é muito incerto”, disse o analista, citando fatores como inflação global, restrições na China, desaceleração econômica nos EUA e sanções à Rússia.

“Como o mercado acha que a inflação dos EUA pode subir mais, os juros ficam pressionados”, disse o economista-chefe do BV, Roberto Padovani. Na curva de juros, traders precificam 75% de chance de alta de 0,75 ponto na próxima reunião do Fed.

O Nasdaq afundou 5% e o S&P 500 caiu 3,6%.

Internamente, a indicação do BC de uma alta menor do que 1 ponto na próxima reunião, adicionou pressão aos ativos. O BC aumentou em um 1 ponto a Selic na véspera, conforme esperado.

DESTAQUES

– MAGAZINE LUIZA ON despencou 10,7%, AMERICANAS caiu 7,2%. A produtora de softwares TOTVS desabou 11,1%, após balanço divulgado na véspera. INTER UNIT recuou 9,4%. Empresas mais dependentes de crédito, como varejistas e companhias do setor tecnologia, sentiram mais intensamente o impacto do cenário sobre juros.

– PETROBRAS PN registrou recuo de 0,2%, mesmo com os preços do petróleo em leve alta. A estatal divulga resultado do primeiro trimestre nesta quinta-feira.

– BRF ON afundou 6,5%, após a processadora de aves e suínos anunciar prejuízo de 1,58 bilhão de reais no primeiro trimestre, com impacto da inflação no consumo e nos custos operacionais no Brasil. A recomendação do papel foi cortada pelo JPMorgan a “underweight”.

– GERDAU PN subiu 2,3%, após resultados do primeiro trimestre e anúncio dividendos e recompra de ações. Executivos da siderúrgica projetaram sustentabilidade dos números na América do Norte e melhora nas operações no Brasil no trimestre atual. CSN ON perdeu 5,9%, também após balanço, e espera margens melhores nos três meses até junho.

– VALE ON teve queda de 1,8%, mesmo com alta dos contratos futuros de minério de ferro na China. [nL2N2WX0O5

– SUZANO ON acelerou 2,7%, em meio à alta do dólar e após operações com derivativos impulsionarem o resultado do primeiro trimestre. A empresa vê mercado global da matéria-prima com oferta restrita e custo caixa estável. KLABIN UNIT avançou 1,2%.

– BRADESCO PN perdeu 3,3% e ITAÚ UNIBANCO PN cedeu 2,3%, em sessão também negativa para bancos.

– AMBEV ON retraiu 4,3 e GPA ON diminuiu 2,8%, após as companhias divulgarem resultados.

– HAPVIDA ON teve de 7,7%. Na véspera, a Câmara dos Deputados aprovou projeto que estabelece piso salarial para enfermeiros, mas a sanção do projeto depende da definição de uma fonte de financiamento.

(Por Andre Romani)

Compartilhe esta publicação: