Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA sobem mais que o esperado

Expectativa era de 182 mil solicitações, mas número chegou a 200 mil na última semana de abril.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Shannon Stapleton/File Photo/Reuters
Shannon Stapleton/File Photo/Reuters

Os pedidos de auxílio-desemprego subiram em 19 mil nos EUA

Acessibilidade


O número de norte-americanos que entraram com novos pedidos de auxílio-desemprego aumentou mais do que o esperado na semana passada, mas permaneceu acima do nível consistente com o aperto das condições do mercado de trabalho.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego subiram em 19 mil, para 200 mil em dado ajustado sazonalmente, na semana encerrada em 30 de abril, disse o Departamento do Trabalho nesta segunda-feira.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Economistas consultados pela Reuters esperavam 182 mil solicitações na última semana.

Os pedidos estavam abaixo da marca de 200 mil desde meados de fevereiro em meio à forte demanda por mão-de-obra. Dados do governo nesta semana mostraram que havia um recorde de 11,5 milhões de vagas em aberto no último dia de março.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O desequilíbrio no mercado de trabalho está forçando o empregadores a elevarem os salários, contribuindo para o aumento da inflação.

Compartilhe esta publicação: