Produção industrial da zona do euro cai menos do que o esperado em março

Compartilhe esta publicação:

BRUXELAS (Reuters) – A produção industrial da zona do euro caiu menos do que o esperado em março, segundo dados divulgados nesta sexta-feira, com bens de capital e bens de consumo não duráveis liderando o declínio mensal e bens de consumo duráveis fornecendo suporte.

Acessibilidade


A agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, disse que a produção industrial nos 19 países que usam o euro caiu 1,8% na comparação mensal, registrando declínio de 0,8% na base anual.

Os economistas consultados pela Reuters esperavam uma queda mensal de 2,0% e um recuo anual de 1,0%.

A produção de bens de capital teve a maior perda na comparação mensal, de 2,7%, enquanto a produção de bens de consumo não duráveis caiu 2,3% em relação a fevereiro, enquanto os bens de consumo duráveis subiram 0,8%.

Em termos anuais, a produção de energia caiu 4% em março e a de bens de capital recuou 2,7%, enquanto que a produção de bens de consumo duráveis subiu 6,6% e a de bens não duráveis avançou 2,8%.

(Reportagem de Jan Strupczewski)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: