Geração de emprego no setor privado dos EUA fica abaixo do esperado em maio–ADP

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


WASHINGTON (Reuters) – O setor privado dos Estados Unidos criou muito menos empregos do que o esperado em maio, o que sugere que a demanda por mão de obra está começando a desacelerar em meio a taxas de juros mais altas e a condições financeiras mais apertadas, embora as vagas em aberto permaneçam extremamente elevadas.

Houve abertura líquida de 128 mil postos de trabalho no mês passado no setor privado, mostrou o Relatório Nacional de Emprego da ADP nesta quinta-feira. Os dados de abril foram revisados para baixo, passando a mostrar adição de 202 mil empregos, ante 247 mil relatados inicialmente. Economistas consultados pela Reuters previam criação de 300 mil novas vagas.

O relatório da ADP é desenvolvido em conjunto com a Moody’s Analytics e foi publicado antes do relatório de emprego mais abrangente do Departamento do Trabalho, cuja edição de maio será divulgada na sexta-feira e com ampla atenção do mercado.

Diferenças de metodologia, contudo, impõem um histórico ruim de aderência entre as duas divulgações.

(Por Lucia Mutikani)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: