Governo do Japão espera que BC tome medidas “necessárias” sobre iene e inflação

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


Por Leika Kihara

TÓQUIO (Reuters) – O governo do Japão espera que o banco central tome “medidas necessárias adequadamente” à luz das recentes quedas acentuadas do iene e do aumento do custo de vida, disse o secretário-chefe do gabinete, Hirokazu Matsuno, nesta quarta-feira.

Quando perguntado sobre o declínio do iene para uma nova mínima de 24 anos, o principal porta-voz do governo também reiterou a prontidão de Tóquio para tomar as ações apropriadas no mercado de câmbio.

“Esperamos que o Banco do Japão continue em coordenação estreita com o governo e tome as medidas necessárias adequadamente”, disse Matsuno em entrevista coletiva.

A observação sobre o banco central ocorre antes da reunião de política monetária de dois dias do Banco do Japão, que termina na sexta-feira.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Embora se espere que o banco central mantenha suas metas de taxas de juros ultrabaixas, o órgão está enfrentando pressão pela política inclinada a estímulos, que está derrubando o iene e aumentando o custo das importações de matérias-primas.

As expectativas de aumentos agressivos nas taxas de juros dos Estados Unidos têm elevado as perspectivas de ampliar os diferenciais de rendimento EUA-Japão, empurrando o iene para uma nova mínima de 24 anos de 135,58 por dólar na quarta-feira.

Alguns players do mercado especulam que o Banco do Japão pode permitir que as taxas de juros de longo prazo subam mais, ajustando sua política de controle de rendimentos, nos próximos meses, se o iene continuar caindo.

Compartilhe esta publicação: