Uso global do euro fica estável em 2021, mostra estudo do BCE

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


FRANKFURT (Reuters) – O uso global do euro ficou estável ao longo do ano passado, com a moeda comum mantendo sua posição como um distante segundo lugar em relação ao dólar, mostrou um novo estudo do Banco Central Europeu (BCE).

O uso do euro fora do bloco monetário de 19 países caiu drasticamente após a crise financeira global de 2008, mas se estabilizou nos últimos cinco anos, com a divisa ocupando cerca de um quinto do mercado global.

Na variação mais notável de 2021, a participação do euro nas emissões internacionais de títulos aumentou quase 3 pontos percentuais, para 24,6%, enquanto sua fatia nas reservas cambiais globais aumentou 0,5 ponto percentual, para 20,6%.

No entanto, o peso do euro nas liquidações cambiais diminuiu, tal como a faturação de bens exportados da zona do euro.

(Por Balazs Koranyi)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: