Carrefour, Neoenergia e Vivo reportam lucro no 2º trimestre; veja os destaques do Radar

Últimas notícias sobre: Enauta, Ambipar, Log Commercial Properties, Kora Saúde, Jalles Machado e Modalmais

Vitória Fernandes
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


No Forbes Radar de hoje (27), Carrefour, Neoenergia e Vivo reportam lucro na abertura da temporada de balanços financeiros do 2º trimestre de 2022.

Enauta registra um aumento de aproximadamente 50% na soma das reservas provadas e prováveis (2P) do campo de Atlanta, na Bacia de Santos.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Confira os destaques:

Carrefour (CRFB3)

O Carrefour Brasil teve leve alta no lucro do segundo trimestre, diante do crescimento de dois dígitos nas vendas do varejo e do atacarejo, no primeiro resultado após a aquisição do Grupo BIG.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O lucro líquido ajustado da empresa atribuído ao acionista controlador foi de R$ 600 milhões no período, alta de 1,3% ante o mesmo período de 2021.

O resultado operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado foi de R$ 1,7 bilhão nos três meses encerrados em junho, avanço de 24,5% na comparação anual.

Neoenergia (NEOE3)

A Neoenergia reportou um lucro líquido de R$ 1 bilhão entre abril e junho, o que corresponde a uma alta de 7% em relação a igual período de 2021.

Já o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) da companhia elétrica alcançou R$ 3,2 bilhõesno segundo trimestre, 40% maior na comparação anual.

A receita da Neoenergia, por sua vez, subiu 1% no período, para R$ 9,6 bilhões.

Vivo (VIVT3)

A Vivo divulgou resultado do segundo trimestre de 2022, no qual obteve lucro de R$ 746 milhões, queda de 44,6% na comparação anual.

A projeção da Refinitiv era de que a companhia tivesse lucrado R$ 1,1 bilhão no período.

Enauta (ENAT3)

A Enauta registrou um aumento de aproximadamente 50% na soma das reservas provadas e prováveis (2P) do campo de Atlanta, na Bacia de Santos, conforme comunicado divulgado ontem (26)

Segundo a empresa, a acumulação no campo passou de 105,7 milhões de barris em 31 de dezembro de 2021 para 155,7 milhões de barris de óleo em 30 de junho de 2022. A nova certificação das reservas foi realizada pela consultoria britânica independente Gaffney, Cline & Associates (GCA).

Ambipar (AMBP3)

A Ambipar divulgou ao mercado a aquisição do controle acionário da C-Tank. A compra foi através da controlada Ambipar Response.

A C-Tank é especialista em limpeza de tanques industriais e navais, oferecendo soluções onshore e offshore para clientes de diferentes segmentos.

Log Commercial Properties (LOGG3)

A Log Commercial Properties celebrou um contrato com o fundo CSHG LOGÍSTICA, para a venda do imóvel de propriedade da sua controlada LOG Betim II, que totaliza 95.730,00 m² de ABL.

Além disso, a companhia também anunciou a alienação de sua participação societária na sociedade Parque Torino Imóveis, equivalente a 40% do capital social, sendo que a referida participação representa 55.124,80 m² de ABL.

Kora Saúde (KRSA3)

A Kora Saúde comprou 100% do capital social do Centro de Cardiologia e Radiologia Intervencionista (CCRI), controlador do Hospital Encore, em Aparecida de Goiânia (GO), por meio da subsidiária Ilha do Boi Participações.

Jalles Machado (JALL3)

A Jalles Machado aprovou a distribuição de dividendos no montante de R$ 52,4 milhões, correspondente a R$ 0,1779076129 por ação.

Os dividendos serão pagos em 25 de agosto de 2022. Farão jus aos dividendos os detentores de ações de emissão da companhia em 26 de julho de 2022.

Modalmais (MODL11)

O Cade aprovou, sem restrições, a operação de combinação de negócios entre o Banco Modal e o Banco XP. (Com Reuters)

Inscreva-se na seleção para a lista Under 30 2022

Compartilhe esta publicação: