Inteligência artificial vai eternizar capitão Kirk

Tecnologia com vídeo interativo dará aos fãs a chance de perguntar ao ator William Shatner sobre sua vida, família e carreira.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Fred Prouser/Reuters
Fred Prouser/Reuters

Criada pela empresa StoryFile, tecnologia de vídeo interativo permite aos fãs conhecer de perto o ator William Shatner e mais detalhes sobre sua vida, família e carreira

Acessibilidade


O ator William Shatner, mais conhecido pelo seriado “Star Trek” no personagem capitão Kirk, recorreu a uma nova tecnologia que dará às gerações atuais e futuras a chance de lhe perguntar sobre sua vida, família e carreira.

Shatner, que fez 90 anos na última segunda-feira (22), passou mais de 45 horas ao longo de cinco dias gravando respostas a serem usadas em um vídeo interativo criado pela StoryFile, empresa sediada na cidade norte-americana de Los Angeles.

LEIA TAMBÉM: Presidentes do Google e Facebook defendem reforma de lei dos EUA que regula internet

A partir de maio, pessoas conectadas à internet poderão fazer perguntas para Shatner e uma inteligência artificial (IA) vasculhará transcrições de suas declarações para apresentar a melhor resposta, de acordo com Stephen Smith, cofundador da StoryFile.

Os fãs podem até ser capazes de projetar o ator em suas salas de estar no futuro, disse Smith, já que Shatner foi digitalizado com câmeras 3D que permitirão que suas respostas sejam dadas através de um holograma.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Shatner, que interpretou o capitão Kirk em “Star Trek” entre 1966 e 1969 e em vários filmes da franquia, respondeu 650 perguntas sobre tópicos que vão das melhores e piores partes de trabalhar na série clássica de ficção científica a onde ele cresceu e o sentido da vida.

O astro canadense disse que “quis me revelar o mais intimamente possível” para sua família e outros. “Isto é um legado. É o que você deixaria aos seus filhos, o que deixaria na lápide, as possibilidades são infinitas.” (Com Reuters)

 

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: