Brasil terá 216 milhões de computadores até 2023, Sem Parar, Housi & Muito Mais

TENDÊNCIAS INTERNACIONAIS

Sistemas de smart home devem gerar US$ 21,2 bilhões em receita até 2023

Os sistemas de segurança residencial para casas inteligentes devem alcançar US$ 15,1 bilhões em receita em 2021, um salto de 27,4% em relação a 2020. A tendência deve continuar nos próximos anos, com as receitas aumentando em 40%, para US$ 21,2 bilhões, em 2023. Os dados foram apresentados pela Buy Shares.

O setor inclui sensores de movimento, fechaduras de portas, câmeras de segurança, serviços de vigilância conectados a uma casa inteligente mais ampla, sensores de água ou fumaça e dispositivos conectados digitalmente para prevenção contra roubo ou outras questões de segurança.

Siga todas as novidades do Forbes Tech no Telegram

Mesmo antes da pandemia, as receitas do mercado global de segurança residencial inteligente cresciam em um ritmo acelerado e constante, passando de US$ 5,7 bilhões em 2017 para quase US$ 10 bilhões em 2019, revelou uma pesquisa da Statista. No ano passado, esse número subiu para US$ 11,9 bilhões.

A pesquisa também confirmou que as câmeras são o produto individual mais comprado no segmento de segurança, com uma taxa de penetração de 2,6% em 2021. Em 2023, esse número deve aumentar para 4,3%. Na sequência estão os bloqueios inteligentes, com uma taxa de penetração de, aproximadamente, 1,9% este ano. Os detectores de fumaça e de movimento seguem com 1,6% e 0,6%, respectivamente.

  • TENDÊNCIAS NACIONAIS

    Brasil deve ter 216 milhões de computadores até 2023

    O FGVcia (Centro de Tecnologia de Informação Aplicada da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas) divulgou os resultados da 32º pesquisa anual do uso de TI no Brasil. O relatório contempla a evolução e tendências de indicadores como a quantidade de dispositivos digitais; o volume de vendas de computadores, tablets, telefones e TVs no Brasil e mundo; os gastos e investimentos em TI; e um retrato do mercado de 26 categorias de software, incluindo videoconferência, inteligência analítica e sistemas integrados de gestão.

    Os dados revelam que o Brasil deve ultrapassar a marca de 200 milhões de computadores em uso ainda este ano, o que representa 9,4 máquinas para cada 10 habitantes. No entanto, a venda desses aparelhos, que totalizaram 11 milhões em 2020, foi 8% menor em relação ao ano anterior. Atualmente, dos 440 milhões de dispositivos digitais em uso, 53% são smartphones, antes 47% de computadores.

    No que diz respeito ao uso de softwares, a pesquisa indica que a ferramenta mais utilizada pelas empresas é o correio eletrônico (26%), seguido do navegador (22%) e da planilha eletrônica (19%). O ranking também inclui sistema transacional (13%), processador de texto (8%), banco de dados (7%) e gráficos (5%).

    Oscar Wong/Getty Images
  • TENDÊNCIAS NACIONAIS

    Relatório destaca tendências da educação no Brasil na próxima década

    Até 2030, materiais didáticos virtuais, chatbots, simuladores e até mesmo laboratórios remotos e hologramas poderão enriquecer a aprendizagem, revelou o estudo “Insights – Tecnologia Educacional: Eventos Emergentes e Incertos até 2030”, do Observatório Nacional da Indústria.

    A pesquisa indica que, em relação aos recursos de aprendizagem, a expectativa é que até o fim da década as instituições de ensino no Brasil incorporem kits didáticos virtuais; tecnologias emergentes como realidade virtual e aumentada; simuladores digitais e ambientes virtuais interativos; e ainda a utilização de laboratórios remotos. A expectativa é que o ambiente educacional utilize hologramas para organizar equipes para solução de problemas e tutores inteligentes e chatbots no processo de ensino-aprendizado.

    Na categoria gestão educacional, o setor deve presenciar a incorporação de novos atores, como startups com soluções tecnológicas para o ensino, e a ampliação dos ecossistemas que vão potencializar o aprendizado ininterrupto. A tendência é que o país também veja um crescimento da robótica educacional, do ensino de programação e da gamificação; e incorporação do pensamento computacional no currículo escolar.

    Uwe Krejci/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    E-commerce da RNI conquista 3,6 milhões de vendas no primeiro trimestre

    A plataforma de e-commerce da construtora e incorporadora RNI, empresa do grupo Rodobens, foi desenvolvida para que o consumidor realize a jornada de compra do imóvel de forma completamente virtual. Com a ferramenta, é possível acessar a planta do empreendimento, fazer um tour virtual, aprovar o financiamento e ainda concluir os trâmites do contrato. Segundo a empresa, o serviço já gerou mais de 3,6 milhões de vendas no primeiro trimestre do ano e aumentou em 45% o número de visitas na página da RNI.

    Poike/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Lojas Renner utiliza inteligência de dados para se aproximar dos clientes

    A Lojas Renner desenvolveu uma solução que utiliza big data e inteligência artificial para levar uma seleção personalizada de produtos aos seus consumidores. A ferramenta, que faz uma análise do histórico de compras do cliente, considerando a frequência e o tipo de peça que ele normalmente procura, é parte da estratégia de proporcionar mais conforto e praticidade e, assim, aumentar sua fidelidade. Quem aceita receber a mala em casa pode ficar até três dias com os produtos e, caso opte por comprar alguma peça, só precisa indicar qual pelo Whatsapp para receber, automaticamente, um link para o pagamento. As peças que não forem compradas retornam para as lojas.

    Just Super/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Natura lança ferramenta online de compras ao vivo

    A Natura está ampliando seu portfólio de soluções digitais com o lançamento do Natura LiveShopping, uma ferramenta de compras ao vivo disponível no Espaço Digital das consultoras da marca. A novidade combina streaming de vídeo e e-commerce a uma série de conteúdos para tornar a experiência de venda e compra mais dinâmica e imersiva. A iniciativa amplia a estratégia de vendas digitais da gigante de cosméticos, que registrou uma alta de 253% de acordo com os resultados do balanço do primeiro trimestre de 2021.

    Divulgação
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Startup desenvolve máquina inteligente de cerveja

    Lançada em maio de 2020, a Take and Go é uma startup que oferece geladeiras inteligentes com capacidade para até 300 cervejas comercializadas 24 horas por dia. A máquina opera com tecnologia de reconhecimento de imagem capaz de identificar qual item foi retirado e realiza a cobrança automática no cartão de crédito cadastrado no aplicativo. Na plataforma, a vending cooler é destravada por meio de um QR Code, que garante mais segurança e a impede de ser acionada por menores de 18 anos.
    Com apenas sete meses de vida e 50 geladeiras operando, a Take and Go faturou, até agora, R$ 500 mil. No primeiro trimestre de 2021, alcançou 15 estados brasileiros e, antes mesmo de completar um ano de operação, já está presente em 500 pontos de venda. Até o fim deste ano, a meta é chegar a 3.000 cervejeiras e alcançar um faturamento superior a R$ 40 milhões. Recentemente, a empresa fechou uma parceria exclusiva com a Ambev, que garante que o consumidor tenha acesso a cervejas geladas a preços competitivos, em geral abaixo do que é praticado em lojas de conveniência, bares e restaurantes.

    Divulgação/Éverton Chicoria
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    TeamViewer cria app de realidade aumentada para consumidor final

    Na sexta-feira (21), a TeamViewer – especializada em tecnologias e conectividade remota – lançou um aplicativo para promover uma experiência aprimorada de interação entre as pessoas do digital para o mundo físico e vice-versa. Batizada de lifeAR, a plataforma promete facilitar atividades corporativas e pessoais, por meio de chamadas de vídeo com até seis pessoas, encontros digitais e suporte em emergências domésticas ou na rua para a resolução de problemas e ajuda nas tomadas de decisões. Nas videoconferências, é possível adicionar uma série de marcadores de realidade aumentada, com emojis, textos e desenhos ao mundo real à sua volta. Além disso, o aplicativo pode ser usado para criar tutoriais em vídeo no estilo “como fazer” para qualquer tipo de atividade.

    Divulgação
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Aplicativo Triller e Universal Music Group fecham parceria

    O Triller, rede social para compartilhamento de vídeos que opera por meio de inteligência artificial, e a empresa de entretenimento musical UMG (Universal Music Group) firmaram contratos globais para licenciamento musical e divulgação. Com o acordo, os usuários do Triller terão acesso ao acervo musical completo da Universal para uso no aplicativo. “Com a parceria, a UMG continua expandindo seu universo de redes sociais licenciadas que permitem aos fãs criarem e compartilharem conteúdo, ao mesmo tempo em que ampliam uma nova e importante fonte de renda dos nossos artistas”, afirma Jonathan Dworkin, vice-presidente executivo de estratégia e desenvolvimento de negócios digitais da companhia.

    Klaus Vedfelt/Getty Images
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Housi expande marketplace com opções de hotéis

    A plataforma de moradia por assinatura Housi está apostando em um novo nicho para integrar seu marketplace: os grupos hoteleiros. A proposta é usar os espaços ociosos das unidades para oferecer moradias flexíveis a preços atrativos. Para a nova modalidade, já foram fechadas parcerias com as redes Staybridge Suites São Paulo, Blue Home by Blue Tree, Hilton São Paulo Morumbi, Transamérica Resort Comandatuba e Nacional Inn, entre outras.

    Outra novidade é que a startup acaba de fechar parceria com a rede de vending machines Adega Compartilhada para instalar máquinas de vinhos nos condomínios que tenham a sua gestão. Os clientes terão acesso a bebidas de alta qualidade, nas condições corretas de consumo e conservação, para uma experiência completa e guiada pelo mundo dos vinhos.

    Divulgação
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Credere e Creditas querem acelerar o mercado de financiamento de veículos

    A Credere e a Creditas se uniram para ampliar a chance de aprovação de financiamentos de automóveis, com o objetivo de proporcionar uma experiência de compra mais simples, rápida e segura para os clientes. Com a parceria, as concessionárias e lojas de seminovos clientes do Credere poderão utilizar a plataforma da Creditas, que oferece uma carteira de empréstimos que viabilizam o acesso a diferentes soluções e serviços, com opções integradas de financiamento e refinanciamento. “O processo de submissão de proposta e aprovação de crédito será muito mais simples e rápido, contando com uma nova dinâmica de formalização: a assinatura de contrato totalmente digital”, explica Orlando Seabra, CEO da Credere.

    Giovanna Rêgo/Divulgação
  • O QUE MAIS ESTÁ ACONTECENDO NO ECOSSISTEMA

    Sem Parar anuncia programa de transformação digital

    O Sem Parar acaba de lançar um programa de transformação digital para promover maior agilidade para o dia a dia e uma melhor jornada do colaborador. Batizada de Sem Parar Digital, a iniciativa conta com mais de 30 projetos, pautados em metodologia ágil, mentalidade de crescimento, arquitetura de dados, negócios digitais, experiência digital dos colaboradores, transformação tecnológica e programa de inovação aberta, com conclusão prevista em até dois anos. Para conduzir a iniciativa, os funcionários da empresa estão recebendo treinamentos da consultoria Digital House, que vão atender cerca de 2.000 colaboradores do Sem Parar, para que eles possam absorver as principais informações e acelerar suas atividades.

    Divulgação
  • CRESCIMENTO

    Cash.in cresce 309% em 2020

    Nos primeiros três meses de 2021, a Cash.in, fintech que otimiza a entrega de prêmios de incentivo, marketing e vendas e disponibiliza uma carteira digital aos seus clientes, fechou R$ 30 milhões em contratos, alcançando cinco novos clientes, entre eles BIC, Solar Coca-Cola e Burger King. Com as novas parcerias, a plataforma ultrapassou a marca de 40 mil usuários – um crescimento de 10 vezes em comparação ao ano anterior. Em 2020, a Cash.in cresceu 309%, com R$ 10 milhões transacionados em sua plataforma. A projeção é que, até dezembro, esse número chegue a R$ 85 milhões.

    Yuichiro Chino/Getty Images
  • CRESCIMENTO

    Uffa cresce 3.749% em um ano de operação

    Em um ano de atividade, a plataforma integradora de serviços financeiros Uffa registrou um crescimento de 3.749% e já acumula cerca de R$ 26 bilhões em valor de face, montante sobre o qual o pagamento de juros é calculado. Focada em soluções para a quitação de dívidas e concessão de crédito em uma única interface, a empresa reúne mais de 14 milhões de pessoas e empresas em sua plataforma e possui mais de 11 instituições financeiras como parceiras.

    Teera Konakan/Getty Images
  • AQUISIÇÕES

    Grupo francês anuncia aquisição de integradora brasileira

    A VINCI Energies anunciou recentemente a aquisição da Planus Informática e Tecnologia, empresa brasileira dedicada ao desenvolvimento e integração de soluções de TI. A compra tem como objetivo fortalecer a transformação digital e a transição energética da empresa. Essa é a primeira aquisição do segmento de TI feita pela VINCI Energies no país. Com a aquisição e integração dos negócios, a Planus passa a figurar entre os provedores globais de tecnologia da informação, ampliando seu portfólio. O valor da transação não foi divulgado.

    oxygen/Getty Images
  • FINANCIAMENTOS

    Luana Ozemela cria fundo para apoiar empreendedores negros, indígenas mulheres e LGBTQ+

    A economista Luana Ozemela está à frente do Roots Innovation Fund, um fundo de investimento voltado exclusivamente para colocar recursos em empresas latinoamericanas criadas por negros, indígenas e mulheres, incluindo a comunidade LGBTQIA+. “A estratégia é aportar de US$ 500 mil a US$ 3 milhões em investimentos seed, late seed ou série A”, explica ela.

    Segundo a idealizadora, a captação dos recursos será feita através de bancos parceiros internacionais e nacionais, agências de fomento, grandes companhias e family offices. “O Roots Innovation Fund vem para ser um instrumento de mudança disruptiva no investimento em empreendedores diversos, dando capacidade de evidenciar os seus projetos extraordinários, mas que não têm visibilidade suficiente no quadro atual de investimentos privados.”

    krisanapong-detraphiphat/Getty Images
  • FINANCIAMENTOS

    Novo fundo brasileiro vai financiar projetos seed e pré-seed

    O recém-lançado SCALEXOPEN, fundo de investimento brasileiro com foco em venture capital, nasceu para apoiar startups em estágio seed e pré-seed. A meta é investir em até 30 empresas nos próximos dois anos, com valores que partem de R$ 500 mil e podem chegar a R$ 5 milhões por startup. A proposta é investir em soluções alinhadas em seis áreas de interesse: marketplace; delivery; serviços financeiros e de crédito; programas de relacionamento; marketing digital; e inteligência artificial e robotização de processos.

    Yulia Reznikov/Getty Images
  • FINANCIAMENTOS

    G3 Ventures vai investir R$ 100 milhões em startups

    O G2 Capital, de Camila Farani e Ricardo Carvalho, e a Garin Investimentos, de Saulo Mendes, Richard Wahba e Ivan Kraiser, criaram o G3 Ventures, um joint venture de R$ 100 milhões para alavancar startups brasileiras com foco na nova economia, negócios que utilizam tecnologias como blockchain, inteligência artificial e big data e modelos de negócio em SaaS & XaaS. O fundo tem foco em negócios globais e investidores que buscam diversificar sua estratégia por meio de ativos com menor liquidez e maior potencial de retorno, sejam eles pessoas físicas ou jurídicas.

    Busakorn Pongparnit/Getty Images
  • PRÊMIOS E RECONHECIMENTOS

    Brasil tem três projetos finalistas no Eco-Desafio 12.0

    Com foco em empreendedores da América Latina e do Caribe, o Eco-Desafio, categoria de sustentabilidade da competição TIC Américas, vai premiar com US$ 5 mil em capital seed a equipe que apresentar a melhor solução de reutilização e reciclagem do plástico. Entre as dez finalistas, três delas são brasileiras: Anamã, que conecta o conceito de economia circular ao desenvolvimento de tecnologias sustentáveis de baixo custo; Ecomim, baseada na criação de shampoos e condicionadores sólidos com o objetivo de reduzir o uso de embalagens plásticas e com zero geração de resíduos em seu processo produtivo; e re.pot, projeto que promove a logística circular das embalagens de entrega para reduzir o desperdício dos materiais. A final do desafio, promovido pela PepsiCo, YABT (Young Americas Business Trust) e a OEA (Organização dos Estados Americanos), será entre 22 e 25 de junho.

    Anna Efetova/Getty Images
  • PRÊMIOS E RECONHECIMENTOS

    Remessa Online segue para a final do Visa Everywhere Initiative

    Fundada em 2016, a startup Remessa Online atua como uma plataforma de transferências financeiras internacionais conectada a mais de 200 bancos e prestadores de serviços de pagamento em todo o mundo. Conforme anunciado no início da semana, a fintech está entre as cinco finalistas da edição 2021 do Visa Everywhere Initiative da região América Latina e Caribe. A premiação, oferecida pela Visa e Finnovista vai selecionar uma startup para competir em um programa imersivo desenhado para acelerar a colaboração com a Visa. A vencedora disputará US$ 100 mil em prêmios na final global, que será transmitida ao vivo em setembro.

    Sarah Mason/Getty Images
  • IMPACTO SOCIAL

    Empresas oferecem mentoria para mulheres líderes e empreendedoras

    A B2Mamy e o Movimento Aladas uniram forças para apoiar mulheres na tomada de decisão, facilitando a jornada empreendedora e de liderança feminina. Por meio da plataforma MentorEla, as empresas conectam mentores experientes do mercado a empreendedoras de todos os níveis, fases e verticais. Ao acessar o site, as usuárias podem buscar seus orientadores por assuntos – como finanças, liderança, inovação, comunicação e autoconhecimento – ou pelo nome do mentor que deseja conhecer. O portfólio inclui Marcelo Pimentel, CEO da Marisa; Sandra Montes, diretora de marketing da OLX; e Patricia Leisnock, chief financial officer do Hospital Israelita Albert Einstein.

    As mulheres interessadas em acessar a plataforma podem adquirir uma sessão (R$ 250) ou um plano de quatro sessões (R$ 200 cada). O MentorEla destina 50% do lucro para o Womby, programa criado para capacitar mães da periferia de todo o Brasil oferecendo educação gratuita e possibilidades de empregabilidade.

    FG Trade/Getty Images
  • IMPACTO SOCIAL

    Rappi apoia projeto para entregar refeições à população carente de BH

    Recentemente, o Rappi anunciou uma parceria com a “Alimentando Compaixão”, iniciativa de cozinha beneficente do chef Leonardo Paixão que produz, com a ajuda de equipes voluntárias, 600 refeições por semana para serem distribuídas à população carente de Belo Horizonte (MG) em diferentes pontos da cidade. As entregas são feitas pelo aplicativo do Rappi, que detém a exclusividade do delivery de todos os restaurantes do chef. O apoio será realizado ao longo das 24 semanas do projeto.

    Ariel Skelley/Getty Images
  • IMPACTO SOCIAL

    B2W Digital investe em frota de caminhões movidos a biometano e GNV

    Com investimentos crescentes em soluções que gerem menos impacto no meio ambiente, a B2W Digital, dona das marcas Americanas, Submarino, Shoptime e Sou Barato, anunciou o início da operação de uma frota de caminhões híbridos movidos a biometano e GNV (Gás Natural Veicular). Os veículos têm capacidade de transportar 23 toneladas de carga e, segundo dados da própria empresa, evitam a emissão de cerca de meia tonelada de CO2e na atmosfera, reduzindo as emissões em até 95% em comparação com o modelo movido a diesel. Até o fim de maio, 10 caminhões estarão circulando por diferentes rotas da região Sudeste com a tecnologia mais sustentável.

    Divulgação
  • TECNOLOGIA DO BEM

    Startup cria plataforma com para captar denúncias sobre assédios

    A startup Ouvidor Digital desenvolveu uma ferramenta que pode ser usada pelas empresas para receber denúncias de assédio moral ou sexual vindas de seus funcionários, colaboradores, prestadores de serviços e pessoas ligadas à empresa. Por meio de um formulário simples, rápido e anônimo, a denúncia é encaminhada à comissão de ética da empresa, responsável por checar e apurar as informações para a tomada de decisão. Por meio do canal, o denunciante também pode anexar provas, como fotos ou vídeos. Para facilitar que as denúncias cheguem de maneira eficaz ao comitê, a Ouvidor Digital desenvolveu uma rede de apoio com profissionais capacitados, vídeos e treinamentos para facilitar o uso da ferramenta.

    Malte Mueller/Getty Images

TENDÊNCIAS NACIONAIS

Brasil deve ter 216 milhões de computadores até 2023

O FGVcia (Centro de Tecnologia de Informação Aplicada da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas) divulgou os resultados da 32º pesquisa anual do uso de TI no Brasil. O relatório contempla a evolução e tendências de indicadores como a quantidade de dispositivos digitais; o volume de vendas de computadores, tablets, telefones e TVs no Brasil e mundo; os gastos e investimentos em TI; e um retrato do mercado de 26 categorias de software, incluindo videoconferência, inteligência analítica e sistemas integrados de gestão.

Os dados revelam que o Brasil deve ultrapassar a marca de 200 milhões de computadores em uso ainda este ano, o que representa 9,4 máquinas para cada 10 habitantes. No entanto, a venda desses aparelhos, que totalizaram 11 milhões em 2020, foi 8% menor em relação ao ano anterior. Atualmente, dos 440 milhões de dispositivos digitais em uso, 53% são smartphones, antes 47% de computadores.

No que diz respeito ao uso de softwares, a pesquisa indica que a ferramenta mais utilizada pelas empresas é o correio eletrônico (26%), seguido do navegador (22%) e da planilha eletrônica (19%). O ranking também inclui sistema transacional (13%), processador de texto (8%), banco de dados (7%) e gráficos (5%).

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).