Ebanx capta US$ 430 bilhões, Duda, Accountfy & Muito Mais

Ebanx recebe US$ 430 milhões da Advent

Na terça-feira (15), o presidente-executivo da Ebanx, João Del Valle, afirmou que os fundos geridos pela Advent International vão investir US$ 430 milhões na empresa de pagamentos brasileira. A Ebanx planeja usar os recursos em aquisições, mirando a expansão em países como México, Colômbia e Argentina. Segundo o CEO, a Ebanx deve lançar uma oferta de ações até o início de 2022.

LEIA MAIS: Advent investe US$ 430 milhões na Ebanx

Plataforma de construção de sites recebe aporte de R$ 250 milhões

A Duda, plataforma do Vale do Silício de construção de sites, acaba de levantar R$ 250 milhões em rodada série D liderada pela empresa de investimentos israelense Claridge IL. O aporte é acompanhado pelos atuais investidores da scale-up, Susquehanna Growth Equity e Vintage Investment Partners. O dinheiro será aplicado nas áreas de produto, desenvolvimento, vendas e marketing, além da aceleração do crescimento global da empresa, com o desenvolvimento de novos recursos da plataforma.

Accountfy capta US$ 11 milhões e mira em expansão nos EUA

A brasileira Accountfy, plataforma SaaS (software as a service) de performance corporativa levantou US$ 4,5 milhões da Redpoint Eventures e HDI Seguros. O valor é um complemento ao investimento de US$ 6,5 milhões recebido no início do ano, somando US$ 11 milhões. A empresa acaba de iniciar atividades em quatro países: Chile, Colômbia, México e Peru, e pretende utilizar o valor captado para expandir as operações para o mercado norte-americano ainda em 2021, com uma equipe local nos Estados Unidos para tocar as atividades.

Flagship Pioneering, do bilionário Afeyan, recebe US$ 3,4 bilhões para fundo de biotech

A Flagship Pioneering, empresa norte-americana de capital de risco por trás da Moderna, fabricante da vacina contra a Covid-19, levantou US$ 3,4 bilhões para um novo fundo. A expectativa é investir em iniciativas de terapias, agricultura e nutrição, além de medicina preventiva e biossegurança. Segundo Noubar Afeyan, fundador da companhia cuja fortuna é avaliada em US$ 2,9 bilhões, “a biotecnologia está na vanguarda do progresso tecnológico, e a Flagship está focada em saltar ativamente para os espaços científicos adequados para uma ruptura”.

LEIA MAIS: Investidor por trás da Moderna levanta US$ 3,4 bilhões para novo fundo

Waymo capta US$ 2,5 bilhões

O braço de veículos autônomos do Google, Waymo, anunciou nesta semana que recebeu US$ 2,5 bilhões em uma rodada de financiamento. A captação contou com a participação de sua controladora, Alphabet, e nomes como Andreessen Horowitz, Silver Lake e Tiger Global. O dinheiro será usado para melhoria da tecnologia de direção autônoma da companhia e expansão da equipe.

LEIA MAIS: Divisão de veículos autônomos do Google levanta US$ 2,5 bilhões em rodada de financiamento

Consorciei levanta rodada de investimentos de R$ 30 milhões

Criada em 2018 para ajudar brasileiros consorciados a atingirem seus objetivos financeiros, a Consorciei recebeu cerca de R$ 30 milhões em investimentos série A. O aporte foi liderado pelo family-office Tera, com participação da Tarpon e outros family-offices. Os recursos serão utilizados para acelerar o crescimento da empresa, com foco principal em novas contratações e marketing. 

Yield Guild Games capta US$ 4 milhões em rodada série A

O Yield Guild Games, grupo de jogadores e investidores que geram rendimento de games baseados em NFT (Token Não Fungível), levantou US$ 4 milhões em uma rodada de investimentos série A liderada pela BITKRAFT Ventures. O aporte foi acompanhado por novos investidores, como A.Capital Ventures, IDEO CoLab, Mechanism Capital e ParaFi Capital, entre outros, além dos já existentes – Animoca Brands, Ascensive Assets e SevenX Ventures. Segundo a empresa, o dinheiro será utilizado para investir em ativos NFT do tipo “Jogue e Ganhe”, que permitem que os jogadores monetizem o tempo gasto online, e na expansão da rede YGG, ampliando globalmente o número de usuários.

Franq recebe investimento de R$ 20 milhões

A startup de assessoria de serviços bancários Franq divulgou o recebimento de um aporte de R$ 20 milhões liderada pelo fundo de capital de risco Valor Capital. Segundo o presidente da empresa, Paulo Silva, “a maior parte deste investimento será em tecnologia e pessoas, que nos auxiliará a dar uma maior robustez à parte operacional”. A  Franq tem cerca de 1.800 agentes autônomos e planeja elevar esse número para 12 mil até o fim do ano.

LEIA MAIS: Startup de curadoria de serviços bancários Franq recebe aporte de R$ 20 milhões

RadarFit capta R$ 3 milhões

Criado para promover a saúde e bem-estar, o game RadarFit levantou R$ 3 milhões em sua segunda rodada de captação, liderada pelos fundos DOMO Invest e Bossa Nova Investimentos. Hoje, o jogo fitness possui 40 mil usuários, sendo 85% deles vindos de empresas que contrataram a licença do app como um benefício para seus colaboradores. A startup pretende aumentar sua presença nos smartphones do país, com a meta de chegar a 1 milhão de contas em sua base até o final de 2021.

LEIA MAIS: Startup brasileira de game fitness fecha nova rodada de investimentos

CapTable injeta R$ 1,5 milhão em investimentos para fintech

A CapTable investiu R$ 1,5 milhão na fintech Veriza, que oferece microcrédito para grupos de microempreendedores de forma 100% digital. De acordo com a fintech, o investimento será destinado ao crescimento, fortalecimento das equipes de UI (interface de usuário) e UX (experiência do usuário), desenvolvedores, inside sales e operações, marketing digital e tecnologia.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).