Kimberly-Clark amplia aceleração com app de finanças para crianças

Por meio da marca Huggies, empresa vai aportar R$ 100 mil em programa que visa acelerar startups voltada ao universo infantil.

Luiz Gustavo Pacete
Compartilhe esta publicação:

O Pulpa existe desde 2020 e tem como propósito guardar dinheiro para crianças de forma segura e colaborativa (Crédito: Getty Images)

Acessibilidade


A Huggies, marca de cuidados infantis da Kimberly-Clark, está concluindo mais uma rodada de seu projeto de aceleração com um aporte de R$ 100 mil no aplicativo Pulpa, da empreendedora Erica Fran Fonseca. O investimento é fruto de um projeto de inovação aberta, o “Pequenos Grandes Passos”, que recebeu mais de 100 propostas inscritas e 50 selecionados em duas fases. A iniciativa contou com a parceria da B2Mamy, empresa de educação e pesquisa que capacita e conecta mães ao ecossistema de inovação e tecnologia.

O Pulpa existe desde 2020 e tem como propósito guardar dinheiro para crianças de forma segura e colaborativa. Para a empreendedora Erica, que está à frente do projeto, essas iniciativas incentivam que mães não desistam de seus projetos e do sonho de empreender. “Ser mãe e empreendedora não é uma tarefa fácil. Por isso, é importante esse apoio e ações concretas que, de fato, ajudem nessa preparação e capacitação”.

LEIA TAMBÉM: L’Oréal faz acordo com startup israelense para mapear impacto do clima na pele

Entre os dez projetos e ideias finalistas, estavam: Alô Babá, liderada por Renata Simonetti; Amiga Cegonha, da Débora Valetim; Baby Concierge, da Isis Ourivio; Goodi Colares Mordedores, da Ana Amélia Nobre Fortin; IGLOO, da Annalisa Godoy; Kids2Gether, da Nathália Gomes; MentoraKids, da Daniela Caramore; POPPINS micro-schools, da Marcella Cohen; Pulpa, da Erica Fran Fonseca; e São Paulo Para Crianças, da Priscila Negrão.

“No momento em que muitas mães perderam o emprego, como mostram pesquisas, ou optaram por empreender para estarem mais perto dos filhos, temos que colaborar com ações relevantes para apoiar e incentivar o empreendedorismo materno e ao mesmo tempo beneficiar bebês e crianças”, destaca Henrique Melo, gerente de Huggies.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“É muito especial que a turma 10 do nosso programa de aceleração tenha tido a chance de receber um investimento para desenvolver sua empresa. Acreditar em negócios liderados por mães passa também por possibilitar o acesso ao capital”, diz Dani Junco, fundadora e CEO da B2Mamy. A iniciativa, desenvolvida pela agência de PR PROS, está conectada à estratégia de lançamento de Huggies Supreme Care Fralda Roupinha.

Compartilhe esta publicação: