Microsoft diz que interrompeu tentativas de ataques hackers por espiões russos

A empresa não identificou nenhum dos alvos pelo nome.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Simon Dawson/Reuters
Simon Dawson/Reuters

A Microsoft impediu ciberataques de militares russos

Acessibilidade


A Microsoft interrompeu tentativas de ataques hackers por espiões militares russos que tinham como objetivo invadirem sistemas de alvos ucranianos, da União Europeia e dos Estados Unidos, afirmou a companhia.

A empresa de tecnologia disse que um grupo apelidado de “Strontium” estava usando sete domínios da internet como parte de uma campanha de espionagem de órgãos governamentais e grupos de estudos na União Europeia e nos Estados Unidos, além de instituições ucranianas, como organizações de mídia.

LEIA TAMBÉM: Web 3.0: Oportunidades de negócios

A Microsoft não identificou nenhum dos alvos pelo nome.

Strontium é o apelido da Microsoft para um grupo que outros costumam chamar de “Fancy Bear” ou “APT28” – um grupo de hackers ligado à agência de inteligência militar da Rússia.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A embaixada da Rússia em Washington não retornou imediatamente uma mensagem pedindo comentários.

A Ucrânia tem sido atingida por tentativas de hackers desde que as forças russas invadiram o país em fevereiro.

Compartilhe esta publicação: