Acionistas do Twitter votam contra reeleição de aliado de Musk ao conselho

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


Por Sheila Dang

DALLAS, Estados Unidos (Reuters) – Os acionistas do Twitter votaram contra a reeleição de um aliado de Elon Musk para o conselho em uma reunião anual nesta quarta-feira.

A reunião não tratou da conclusão da venda da empresa por 44 bilhões de dólares a Musk.

Os investidores votaram contra Egon Durban, codiretor da empresa de private equity Silver Lake, que fez parceria com Musk, presidente-executivo da Tesla, em sua tentativa abandonada de fechar o capital da montadora de carros elétricos.

Musk tuitou em 13 de maio que o acordo com o Twitter estava “temporariamente suspenso”, enquanto ele buscava mais informações sobre a proporção de contas falsas no Twitter.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O Twitter disse na semana passada que continua comprometido com o acordo pelo preço acertado e nesta quarta-feira afirmou que não responderia a perguntas sobre o negócio na reunião virtual.

Os investidores também votaram a favor da elaboração de relatórios sobre gastos eleitorais e sobre os riscos do uso de cláusulas de ocultação.

Os acionistas seguiram as recomendações da administração para votar contra outras propostas, incluindo uma que encomendaria um relatório sobre as despesas de lobby da empresa.

Patrick Pichette foi reeleito para o conselho.

(Por Sheila Dang)

Compartilhe esta publicação: