Minerva Foods recebe certificação de bem-estar animal pelo quinto ano consecutivo

Gettyimages
Gettyimages/Cavan Images

Em Barretos (SP) está a primeira unidade de abate do grupo que exporta carne para cerca de 100 países

A Minerva Foods, maior exportadora de carne bovina na América do Sul, com receita de R$ 17,1 bilhões em 2019, recebeu pelo quinto ano consecutivo a certificação de bem-estar animal da Paaco (Professional Animal Auditor Certification Organization), concedida pela norte-americana QIMA/WQS, empresa com escritórios no Brasil e México. A renovação anual foi para a unidade de Barretos, interior paulista, município onde a empresa nasceu.

A certificação garante que os processos dentro da indústria, e também o transporte dos bovinos, estão em conformidade técnica. Como, por exemplo, instalações que evitam o estresse e os hematomas. No ano passado, a Edição Especial Forbes Agro 100 destacou o trabalho da Minerva Foods.

LEIA TAMBÉM: Fernando Queiroz, o criador do império de carne bovina Minerva Foods

A empresa exporta para cerca de 100 países a partir de 25 unidades de abate e desossa, 16 escritórios internacionais, 14 centros de distribuição e três unidades de processamento.“O bem-estar animal é a base de nosso negócio e orienta nossa produção de ponta a ponta. Mantemos uma área de governança para reforçar as melhores práticas e o nosso compromisso de padronização e modernização dos métodos humanitários de manejo, embarque, transporte, desembarque, e demais processos realizados com animais”, diz Tâmara Borges, Coordenadora de Bem-Estar Animal da Minerva Foods.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).