UE corta previsão de safra de milho em 8% e eleva perspectiva de importação

As colheitas de milho sofreram com ondas de calor e secas agravadas durante o período crucial de crescimento do verão

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

As regiões noroeste e médio-norte de Mato Grosso estão com a colheita de milho mais acelerada

Acessibilidade


A Comissão Europeia reduziu sua previsão para a colheita de milho deste ano na União Europeia em 8%, ou 5,9 milhões de toneladas, juntando-se a outros analistas que reduziram suas expectativas devido ao clima tórrido no bloco.

A Comissão agora vê a safra de milho da UE em 65,8 milhões de toneladas, em comparação com 71,7 milhões previstos no final de junho e 72,7 milhões colhidos no ano passado, mostraram dados de oferta e demanda publicados no final da semana passada.

A Comissão não fez referência às condições meteorológicas em nota em seu site, mas disse que o corte previsto refletia principalmente projeções de rendimento mais baixas para a Alemanha, Espanha, França, Itália, Hungria, Romênia e Eslováquia.

As colheitas de milho sofreram comondas de calor e secas agravadas durante o período crucial de crescimento do verão.

As importações de milho da UE esperadas na temporada 2022/23 aumentaram 1,5 milhão de toneladas, para 16,5 milhões de toneladas, agora em linha com o volume importado em 2021/22, mostraram os dados da Comissão.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Para o trigo soft, o órgão executivo da UE reduziu sua previsão de colheita para 123,9 milhões de toneladas, contra 125,0 milhões estimados anteriormente e em comparação com 130,1 milhões no ano passado.

A Comissão também cortou sua previsão de exportação de trigo soft da UE em 2 milhões de toneladas, para 36 milhões, citando expectativas de aumento dos embarques ucranianos.

Inscreva-se na seleção para a lista Under 30 2022

Compartilhe esta publicação: