Especial ESG: Natura &Co

Recente captação de US$ 1 bilhão em títulos atrelados a metas de sustentabilidade reflete como o investidor percebe o engajamento de longa data do grupo em práticas ESG .

Mariana Weber
Compartilhe esta publicação:
Roberto Setton/Divulgação
Roberto Setton/Divulgação

Marcelo Behar, vice-presidente de Sustentabilidade e Assuntos Corporativos de Natura & Co

Acessibilidade


Se a Natura é carbono neutro desde 2007, o grupo Natura &Co — com Avon, The Body Shop e Aesop — assumiu o compromisso de zerar as emissões líquidas de gases de efeito estufa até 2030. E essa é apenas uma das metas ESG anunciadas pelo grupo em 2020. “Temos um plano abrangente de sustentabilidade que intensificará nossas ações para enfrentar algumas das questões globais urgentes, como a crise climática, o desmatamento da Amazônia, a violação dos direitos humanos, a desigualdade social, a produção excessiva de resíduos e a busca por uma economia regenerativa”, diz Marcelo Behar, vice-presidente de Sustentabilidade e Assuntos Corporativos da Natura &Co. “É com base nesse plano que organizamos nossas ações e objetivos ESG nos mais de cem países em que atuamos.”

A atuação, segundo ele, é percebida por consumidores, hoje mais atentos a companhias engajadas em prol do meio ambiente e da sociedade, e por investidores, interessados em empresas que priorizam uma agenda sustentável, de apoio a causas sociais e com elevada transparência. “Essa conduta transmite clareza e segurança, além de uma visão estratégica em relação a riscos e oportunidades.”

LEIA MAIS: Especial ESG: As 10 empresas que se destacam na adoção de práticas sustentáveis

Em maio, a Natura &Co captou US$ 1 bilhão em títulos atrelados a metas de sustentabilidade. “Com esse resultado, cerca de 40% do total da dívida do grupo está conectado a metas de sustentabilidade”, diz Behar. “Ele também confirma que as práticas ESG serão cada vez mais relevantes para investidores e que eles reconhecem e confiam na agenda sustentável que foi construída ao longo dos anos pela empresa.”

Para monitorar a evolução dessa agenda, a Natura &Co estabeleceu 31 objetivos. “Entre as principais métricas estão atingir zero em emissões líquidas de carbono e contribuir para zerar o desmatamento da Floresta Amazônica, garantir os direitos humanos e a diversidade em nossa rede e implementar um modelo econômico circular, em que 100% das embalagens usadas sejam reutilizáveis, recicláveis ou compostáveis.” Há 16 grupos de trabalho para planejar e implementar ações, acompanhadas por 27 executivos das quatro marcas. “Esses compromissos e metas também influenciam em 20% a remuneração variável de executivos, para todo o grupo, assim como ocorre na Natura desde 2009.”

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Durante a pandemia, o grupo doou R$ 30 milhões para a saúde pública, comunidades parceiras, consultoras e representantes para auxiliar no enfrentamento à Covid-19 na América Latina. Outra ação de destaque na área social é o IDH de Consultoras Natura, criado para desenvolver soluções para a melhoria da qualidade de vida das consultoras da marca, como serviços de inclusão digital e educação financeira: o índice subiu 3,1% em 2019 em comparação a 2017. Na Avon, um compromisso antirracista prevê contratar pelo menos 50% de pessoas negras e uma meta de 30% de mulheres negras em cargos de liderança até 2030. Na Natura &Co América Latina, 51% das lideranças são mulheres.

Em 2020, a Natura &Co se tornou a maior empresa do mundo a receber o certificado do Sistema B, movimento que valoriza negócios que unem propósito e lucro. “Mostramos que é perfeitamente possível crescer economicamente e partir de um negócio sustentável, que prioriza o comércio justo, a conservação da biodiversidade e o bem-estar socioeconômico de toda a nossa rede de relações”, conclui Behar.

Reportagem publicada na edição 87, lançada em maio de 2021.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: