Paul Sorvino, ator de "Os Bons Companheiros", morre aos 83 anos

Também conhecido por atuar na série "Law & Order", Sorvino trabalhou no cinema e na televisão por mais de 50 anos

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Phil McCarten/Reuters
Phil McCarten/Reuters

Nascido no Brooklyn em 1939, Paul Sorvino estudou música e queria ser cantor de ópera antes de se tornar ator

Acessibilidade


Paul Sorvino, que interpretou o gângster Paulie Cicero no clássico filme de máfia “Os Bons Companheiros”, morreu aos 83 anos, disse um porta-voz do ator hoje (25).

Sorvino, também conhecido por interpretar o sargento da polícia Phil Cerretta na série de TV “Law & Order” na década de 1990, trabalhou no cinema e na televisão por mais de 50 anos.

Ele morreu na Clínica Mayo em Jacksonville, na Flórida, de causas naturais, segundo o porta-voz.

“Estou completamente devastada. O amor da minha vida e o homem mais maravilhoso que já viveu se foi. Estou com o coração partido”, escreveu sua esposa, Dee Dee Sorvino, no Twitter.

Nascido no Brooklyn em 1939, Sorvino estudou música e originalmente queria ser cantor de ópera antes de se tornar ator.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Sua longa carreira incluiu papéis na peça da Broadway “That Championship Season” e uma adaptação cinematográfica de 1982. Também trabalhou nos filmes “Dick Tracy”, “Nixon” e “Reds”.

Sorvino era pai de três filhos, incluindo a atriz Mira Sorvino, que agradeceu ao pai quando recebeu o Oscar pelo filme de 1995 “Poderosa Afrodite”.

“Ele me ensinou tudo o que sei sobre atuação”, afirmou ela à época.

Hoje (25), Mira Sorvino disse no Twitter que “uma vida de amor, alegria e sabedoria com ele acabou”.

“Ele foi o pai mais maravilhoso. Eu o amo muito. Estou lhe enviando amor nas estrelas, pai, enquanto você ascende.”

Compartilhe esta publicação: