Vacinação contra Covid-19 no Brasil terá quatro fases

Imunização começará por trabalhadores de saúde, idosos e indígenas.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Diego Vara/Reuters
Diego Vara/Reuters

Voluntário recebe potencial vacina contra Covid-19 durante testes em Porto Alegre (RS)

Acessibilidade


A vacinação contra Covid-19 será realizada em quatro fases e vai começar pelos trabalhadores da área de saúde, a população idosa – acima de 75 anos ou com 60 anos ou mais que vivem em asilos e instituições psiquiátricas – e a população indígena, informou hoje (1) o Ministério da Saúde.

“Em um segundo momento, entram pessoas de 60 a 74 anos. A terceira fase prevê a imunização de pessoas com comorbidades que apresentam maior chance para agravamento da doença, como portadores de doenças renais crônicas e cardiovasculares”, afirma comunicado do Ministério, distribuído após reunião do ministro Eduardo Pazuello e outros envolvidos para discutir a estratégia de vacinação.

LEIA MAIS: Covid-19 eleva em 40% número de pessoas que precisam de ajuda humanitária, diz ONU

“A quarta e última fase deve abranger professores, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade”, acrescenta o documento.

Na nota, o secretário de Vigilância em Saúde do ministério, Arnaldo Medeiros, destaca que o plano apresentado nesta terça é provisório.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

LEIA TAMBÉM: Pfizer e BioNTech pedem uso emergencial de vacina contra Covid-19 na UE

“É importante destacar que o plano que está sendo discutido ainda é preliminar e sua validação final vai depender da disponibilidade, licenciamento dos imunizantes e situação epidemiológica de cada região”, disse o secretário, segundo o comunicado. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: