Guia traz roteiro para 24 horas em Frankfurt

Getty Images
Programe-se para aproveitar um dia livre na cidade da Alemanha

Frankfurt é um poderoso centro financeiro – tanto que está listada entre as poucas cidades globais alfa do mundo, termo que define a importância de um lugar no sistema econômico mundial. Tem uma das maiores bolsas de valores do planeta e abriga um aeroporto colossal, por onde passam milhões de passageiros – só no último mês de fevereiro, o fluxo ali foi de 4,5 milhões de pessoas.

LEIA MAIS: Novo ranking traz Rio e SP entre as cidades com os serviços mais caros do mundo

Apesar de quase totalmente devastada na Segunda Guerra Mundial, a milenar cidade guarda heranças do passado ao lado de exuberantes edificações modernas. Dia após dia, Frankfurt se reinventa – a ponto de receber o apelido de Mainhattan, uma alusão a Manhattan e ao Rio Main (Meno, em português).

Ilustração

Caso você tenha apenas 24 horas na quinta maior cidade da Alemanha, aproveite para conhecer sua gastronomia, sua beleza, seus costumes e sua arte.

Veja, na galeria de fotos a seguir, nossa sugestão de roteiro:

  • 9h

    Café da manhã

    No Villa Kennedy, uma propriedade de 1904 que foi transformada em hotel, o farto buffet de café da manhã é servido no restaurante Gusto. Além do salão interno, é possível sentar no jardim, caso a temperatura permita. Já no moderno hotel Jumeirah, do grupo hoteleiro fundado em Dubai, o café é servido no Max on One Grillroom, com vista para o skyline da cidade.

    @villakennedy1901; @jumeirahfrankfurt

  • 10h

    Jardim real

    O jardim botânico Palmengarten foi inaugurado em 1871. A infinidade de espécies de plantas tropicais foi adquirida do Duque de Nassau no ano de 1866, após a derrota na guerra Austro-Prussiana. Seus 22 hectares abrigam jardins separados por zonas climáticas, uma linda estufa envidraçada e também o duas estrelas Michelin Lafleur, situado em uma construção de estilo Bauhaus. Caso deseje estender o passeio até a hora do almoço, é possível aproveitar um menu de três etapas com pratos contemporâneos.

  • 12h

    Escape da cidade

    Um dos mais exclusivos restaurantes de Frankfurt fica um pouco afastado do centro, a 20 quilômetros do aeroporto. O Villa Rothschild Grill and Health funciona dentro do hotel Villa Rothschild Kempinski, uma antiga propriedade da família de banqueiros. Lá, a proposta é saborear pratos saudáveis, com ampla gama de opções para dietas com restrições alimentares. Após o almoço é possível passear pelos jardins do hotel ou tomar um drinque no Tizian’s, que tem vista para o castelo Kronberg.

  • 13h

    Arte para todos

    O museu Stadell abriga uma das maiores coleções de arte clássica da Europa: o acervo tem cerca de 2.700 quadros e 100 mil desenhos. Caso prefira arte moderna, o MMK (Museum für Moderne Kunst) tem acervo de 4.500 obras, que incluem obras de nomes como Andy Warhol e Roy Lichtenstein. É interessante também olhar o calendário de exposições de artistas emergentes. Os amantes da arquitetura podem optar pelo DAM, o Museu de Arquitetura Alemã.

    @staedelmuseum; @mmkfrankfurt

  • 15h

    Como no passado

    Algumas cafeterias antigas continuam funcionando a pleno vapor, e a cultura “kaffe und kuchen”, que significa a pausa no meio do dia para um café acompanhado de um lanche, continua viva. É o caso do Café Laumer, que serve o típico bolo de ruibarbo e que, nos anos 1920, era o lugar onde intelectuais da Universidade de Frankfurt se encontravam.

  • 17h

    Compras autênticas

    Nada como comprar produtos feitos in loco para trazer como souvenir. Para os foodies, o Kleinmarkthalle oferece produtos artesanais como salsichas e pães da melhor qualidade, além de pratos típicos alemães. Caso esteja na cidade durante um sábado, o mercado de rua Markt im Hof é o local indicado para comprar cervejas artesanais e queijos. Para moda e design, os bairros Bruckenstrabe e Wallstrabe concentram diversas marcas locais, como a Maria (focada em produtos de tricô) e a boutique Freud.

  • 20h

    Fora do convencional

    Além do duas estrelas Michelin sugerido para o almoço, Frankfurt reúne mais oito estabelecimentos estrelados, todos com uma estrela. Para fugir do convencional, opte pelo vegetariano Seven Swans ou o supermoderno Weisinn. Para uma experiência exclusiva, o Tiger-Gourmetrestaurant tem ambiente formado por diversas salas intimistas e serve pratos de inspiração francesa.

    @tigerpalast

  • 22h

    Na rota das cervejas

    A Alemanha pode não ser o berço da cerveja, mas é constantemente lembrada quando pensamos em uma “loira gelada” de qualidade. O bar Naiv concentra muitos rótulos e marcas artesanais, além de opções na torneira. Já a microcervejaria BrauStill, que produz localmente, concentra uma infinidade de estilos, como pale ale e weiss.

    @naiv_beer

9h

Café da manhã

No Villa Kennedy, uma propriedade de 1904 que foi transformada em hotel, o farto buffet de café da manhã é servido no restaurante Gusto. Além do salão interno, é possível sentar no jardim, caso a temperatura permita. Já no moderno hotel Jumeirah, do grupo hoteleiro fundado em Dubai, o café é servido no Max on One Grillroom, com vista para o skyline da cidade.

@villakennedy1901; @jumeirahfrankfurt

Reportagem publicada na edição 67, lançada em maio de 2019

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Baixe o app de Forbes Brasil na Play Store e na App Store

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).