Gol faz arrendamento operacional de 11 aeronaves

Reuters
A Gol disse que as aeronaves serão incorporadas à frota no próximo ano

A Gol anunciou hoje (10) o contrato de arrendamento operacional de 11 aeronaves Boeing 737 MAX 8 com a Avalon, em um processo de aceleração da renovação e modernização da frota.

LEIA MAIS: Gol tem prejuízo de R$ 409 mi no 3º tri

A companhia aérea disse, em comunicado enviado ao mercado, que as aeronaves serão incorporadas à frota a partir do segundo semestre de 2019, sem alteração na capacidade planejada da empresa, uma vez que será realizada simultaneamente com o retorno ou venda das aeronaves modelos 737-800 Next Generation.

“Ao acelerar nosso plano de renovação da frota a esta nova tecnologia, poderemos reduzir ainda mais os custos e abrir novos destinos internacionais para nossos clientes”, informou a Gol em comunicado.

A empresa começou a operar as aeronaves 737 MAX 8 em julho deste ano, o que segundo a Gol reduziu o consumo de combustível em aproximadamente 15%.

Além dos quatro novos destinos internacionais já anunciados – Miami, Orlando, Quito e Cancún – os 737 MAX 8 adicionais vão permitir que a Gol lance um novo destino internacional a cada trimestre nos próximos dois anos, disse a empresa.

A Gol tem uma encomenda de 135 aeronaves 737 MAX que serão entregues até 2028, sendo que atualmente é a principal cliente da família 737 na América Latina e uma das cinco maiores no mundo.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).