Tesla investiga vídeo de Model S explodindo em Xangai

Divulgação
O Model S estava estacionado quando explodiu em Xangai

A fabricante norte-americana de veículos elétricos Tesla informou que enviou uma equipe para investigar um vídeo em mídias sociais chinesas que mostra um carro da companhia, o Model S, estacionado explodindo, o mais recente em uma série de incidentes de incêndios envolvendo os carros da Tesla.

LEIA MAIS: China começa a vender Model 3 mais barato da Tesla

O vídeo, marcado como gravado ontem (21) e amplamente divulgado no Weibo, mostra o veículo elétrico estacionado emitindo fumaça e explodindo em chamas segundos depois. Um vídeo, supostamente das consequências da explosão, mostra uma fila de três carros completamente destruídos.

A Reuters não conseguiu verificar imediatamente as origens dos vídeos, que os usuários do Weibo disseram terem sido gravados em Xangai. A causa da explosão não pôde ser imediatamente verificada nos vídeos.

“Imediatamente enviamos uma equipe para o local e estamos apoiando as autoridades locais para estabelecer os fatos. Pelo que sabemos agora, ninguém foi ferido”, disse a Tesla em um comunicado divulgado hoje (22).

A Tesla se recusou a fazer mais comentários quando contatada pela Reuters.

Houve pelo menos 14 casos envolvendo carros da Tesla pegando fogo desde 2013, sendo que a maioria ocorreu após acidentes.

VEJA TAMBÉM: Tesla apresenta novo veículo elétrico Model Y

A montadora informou que seus veículos são cerca de 10 vezes menos propensos a pegar fogo do que os carros movidos a gasolina, com base em sua frota de mais de 500 mil veículos que percorreram mais de 10 bilhões de quilômetros. Mas não especificou se a estatística se referia ao uso normal ou envolvendo acidentes.

A montadora atualmente importa todos os carros que vende na China, mas está construindo uma fábrica em Xangai que inicialmente fabricará seu Model 3 e ajudará a reduzir o impacto de uma guerra comercial entre EUA-China.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).