GPA: lucro consolidado cai a R$ 164 mi no 1º tri

Queda é de cerca de 27,4% sobre o desempenho obtido um ano antes

A rede de varejo Grupo Pão de Açúcar (GPA) teve lucro líquido consolidado de R$ 164 milhões no primeiro trimestre, uma queda de cerca de 27,4% sobre o desempenho obtido um ano antes. Quando considerados ajustes relacionados à adoção do padrão contábil IFRS 16, a empresa dona das bandeiras Pão de Açúcar, Extra e Assaí teve lucro de operações continuadas de R$ 149 milhões, um avanço sobre os R$ 77 milhões de um ano antes.

LEIA MAIS: GPA tem alta de 12,4% em vendas no 1º trimestre

O GPA apurou um resultado operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de R$ 642 milhões no primeiro trimestre, avanço ante os R$ 546 milhões registrados um ano antes. Incluindo os efeitos do IFRS 16 o Ebitda ajustado pulou para R$ 875 milhões, ante R$ 757 milhões um ano antes.

A receita líquida da companhia nos três meses encerrados em março foi de R$ 12,7 bilhões, alta de 12% no comparativo anual. A margem bruta, porém, recuou 0,6 ponto percentual, a 21,9%.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).