Operação Vaza VAR

Iumyaisweet/Getty Images
Irmão, faz o seguinte. Desenha aquele quadradinho no ar e vai lá ver na televisão

– Alô, é do VAR?

– Quem fala?

– É o juiz.

– Fala rápido que eu tô ocupado.

– Dá uma olhada aí nessa falta que eu marquei.

– Não foi falta não, parceiro. Mas foi dentro da área.

– Achei fora.

– Irmão, tô sem tempo. Faz assim: eu aceito que foi falta e tu aceita que foi dentro da área, pode ser?

– Mas aí é pênalti, né?

– Se você tá dizendo é porque é.

– Como assim, se eu tô dizendo? Tá na regra.

– Ok, mas o juiz é você.

– Não vou assumir essa m… sozinho não, não f…

– Para de falar palavrão no meu ouvido que eu tô aqui na maior boa vontade, parei tudo pra tentar te ajudar.

– Tudo o que?

– Se tu visse meu WhatsApp… Já tem umas trinta mensagens me esperando, não posso ficar a vida inteira revendo essa falta inexistente que tu marcou.

– Inexistente é o c… Me respeita.

– Irmão, faz o seguinte. Desenha aquele quadradinho no ar e vai lá ver na televisão, enquanto eu respondo aqui pra uma gata que eu tô querendo pegar.

– Responde depois, vamos decidir o lance primeiro.

– Ela tá impaciente.

– Fala pra ela ligar a TV e manda um beijo pra ela aí da salinha. Um colega nosso fez as pazes com a esposa assim, no meio da revisão de um cartão vermelho.

– Cancelou a expulsão?

– Não, mas a mulher desistiu de expulsar ele de casa.

– E ainda dizem que o VAR não ajuda.

– Nego reclama de tudo.

– Então vai lá ver o lance na televisãozinha enquanto eu respondo aqui pra gata.

– Não vou andar até lá, não.

– Deixa de ser preguiçoso.

– Quer trocar comigo? Eu sento aí nessa cadeirinha e você vem ficar correndo atrás da bola.

– Problema nenhum. Só não vou porque tô de chinelo.

– VAR não pode trabalhar de chinelo não, parceiro.

– Irmão, tu não sabe nem marcar uma falta, vai querer apitar no meu estilo?

– Sai daqui!!!

– Que isso, rapaz? Como é que tu fala assim comigo?

– Não falei contigo.

– Falou com quem?

– Com esse bando de jogador mala me cercando aqui, perguntando toda hora o que eu decidi.

– Esses caras são muito sem noção, amarela todo mundo logo.

– Primeiro eu quero ver se vou dar a falta, senão acabo expulsando alguém injustamente.

– Qualquer coisa a gente revê o lance e tira a expulsão.

– Mas tu falou que tá sem tempo…

– Mas, sendo você, eu dou um jeito.

– Agora me emocionei.

– Tamo junto, parceiro.

– Muito bom conversar com você. Dei até uma relaxada, esse jogo tava muito tenso.

– Tensão não leva a nada. Muita gente apressada em campo, não é saudável isso não.

– Não mesmo.

– Bom, então é isso aí. Pênalti?

– Fechado, pênalti. Boa sorte aí com a gata.

– Ela vazou.

– Hein?

– Mandou a figurinha de um cartão vermelho e disse que VAR é muito lento.

– Não é possível. Pede a ela a revisão do lance.

– Já pedi. Ela falou que tá sem tempo.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião de Forbes Brasil e de seus editores.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).