Gol tem prejuízo com suspensão de voos em parte da frota

Gol foi afetada pela suspensão nos voos no mundo todo do Boeing 737 MAX no início deste ano

A companhia aérea Gol teve prejuízo de R$ 242 milhões no terceiro trimestre, afetada por problemas que atingiram 18 de seus aviões.

LEIA MAIS: American Airlines negocia parceria com a Gol

A Gol foi afetada pela suspensão nos voos no mundo todo do Boeing 737 MAX no início deste ano.

A empresa também deixou em terra 11 jatos Boeing 737 NG por causa da descoberta de fissuras nas aeronaves. Segundo a empresa, os aviões ficarão em manutenção, iniciada no começo de outubro, por 45 dias.

A companhia, citando previsões da Boeing, afirmou que atualmente trabalha com a possibilidade de que os voos do 737 MAX sejam liberados em dezembro.

VEJA TAMBÉM: CEO da Boeing admite erros no sistema de segurança do 737 MAX
A Gol ainda informou que cortou sua projeção de margem de lucro antes de juros e impostos (Ebit) de 2019 para 17% ante 18%, mantendo em 19% a estimativa para 2020.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).