Dólar vai abaixo de R$ 4,05 antes de fim do ano

Marcos Brindicci/Reuters
Marcos Brindicci/Reuters

Cenário comercial otimista influencia moeda

O dólar operava em queda contra o real hoje (26), chegando a ir abaixo dos R$ 4,05, em sessão de volume limitado devido à aproximação do fim do ano e com os investidores atentos aos sinais de progresso nas negociações comerciais entre Estados Unidos e China.

LEIA MAIS: Dólar fecha em baixa contra real

A China afirmou que está em contato próximo com os EUA sobre a cerimônia de assinatura de um acordo comercial, após o presidente norte-americano, Donald Trump, afirmar que ele e o presidente chinês Xi Jinping terão uma cerimônia para assinar a fase um do pacto.

“Há um clima menor de aversão ao risco ao redor do mundo. As moedas emergentes não têm tanto movimento hoje”, disse Camila Abdelmalack, economista da CM Capital Markets.

No exterior, o dólar ganhava contra algumas divisas arriscadas –como o peso mexicano– enquanto rondava a estabilidade contra a lira turca. Em relação ao iene japonês, considerado uma moeda segura, o dólar registrava alta, em sinal do maior apetite por risco.

Recentemente, o clima doméstico positivo –devido à melhora das perspectivas econômicas para o Brasil e a indicadores otimistas– também tem pressionado a moeda norte-americana. “O espaço é para apreciação do real”, disse Abdelmalack sobre o movimento da taxa de câmbio, apontando também para a “liquidez um pouco menor por causa da véspera das festas de fim de ano”.

Às 9h49, o dólar recuava 0,69%, a R$ 4,0508 na venda. Na mínima do dia, a moeda norte-americana chegou a tocar os R$ 4,0472, menor nível em uma semana (18/12). O dólar futuro registrava queda de 0,81% neste pregão, a R$ 4,050.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).