Mastercard fecha escritório em SP após funcionário com coronavírus

ReutersConnect/Benoit Tessier
ReutersConnect/Benoit Tessier

A Mastercard declarou que o fechamento do escritório em São Paulo foi um conselho das autoridades de saúde pública

A Mastercard, uma das maiores empresas de pagamentos do mundo, fechou seu escritório em São Paulo e pediu que seus funcionários trabalhem a partir de casa, como medida preventiva para evitar a contaminação pelo novo coronavírus.

Em comunicado, a companhia afirmou que um funcionário da empresa em São Paulo que no início desta semana visitou o escritório da Mastercard em Purchase North (Nova York).

LEIA MAIS: Dia Internacional da Mulher: 7 empresas que estão virando o jogo da equidade de gênero

“A conselho das autoridades de saúde pública, fechamos nossos escritórios em São Paulo e Purchase North, que passam por um processo de higienização completa. Além disso, os funcionários que estiveram em contato com o funcionário afetado e estão desenvolvendo os sintomas deverão procurar atendimento médico e trabalhar em casa por 14 dias”, afirmou a companhia.

A Mastercard afirmou ainda que suas operações continuam normalmente.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).