Xiaomi diz que as vendas na China já estão perto da recuperação total

Kim Kyung-Hoon/Reuters

Vice-presidente financeiro da Xiaomi disse que as vendas na China caíram no primeiro trimestre devido ao impacto econômico do vírus, mas não quanto

A fabricante de smartphones chinesa Xiaomi está vendo sinais de recuperação nas vendas na China, informou a empresa hoje (31), conforme o país volta ao normal após a paralisação causada pelo coronavírus.

“O mercado (chinês) entrou em uma fase de recuperação completa e … já se recuperou de 80% a 90% do nível normal”, disse o vice-presidente financeiro Shou Zi Chew em teleconferência.

LEIA MAIS: Xiaomi vê vendas do 1° tri atingidas por coronavírus

Ele disse que as vendas na China caíram no primeiro trimestre devido ao impacto econômico do vírus, mas não quanto.

Chew disse que espera que a demanda por smartphones seja resiliente globalmente, mesmo que o vírus esteja se espalhando para outros países. A empresa terá um impacto nas vendas globais durante março e abril, disse ele, mas espera ver sinais de recuperação em maio.

A Xiaomi divulgou hoje um aumento de 27% na receita de outubro a dezembro de 2019, acima das expectativas dos analistas.

As vendas no quarto trimestre do ano passado saltaram para 56,5 bilhões de iuanes (US$ 8 bilhões), contra 44,42 bilhões de iuanes no ano anterior, superando as expectativas dos analistas de 55,6 bilhões de iuanes, segundo dados da Refinitiv.

A receita de smartphones aumentou 23% no período, para 30,8 bilhões de iuanes. Excluindo itens únicos, a Xiaomi teve lucro de 2,34 bilhões de iuanes no quarto trimestre, acima das estimativas dos analistas de 1,88 bilhão.

Durante todo o ano, o lucro da Xiaomi atribuível aos acionistas caiu cerca de 25%, para 10,04 bilhões de iuanes.

VEJA TAMBÉM: Xiaomi investirá US$ 7 bi em 5G, AI e IoT nos próximos 5 anos

Analistas esperam que os envios de smartphones do primeiro trimestre na China caiam cerca de 40% em relação ao ano anterior, em meio ao impacto causado pela pandemia do coronavírus.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).