Banco Daycoval amplia fila de desistências de IPO

Getty Images
A companhia atribuiu a decisão “à vista das momentâneas condições desfavoráveis do mercado de capitais nacional e internacional”

O Banco Daycoval anunciou ontem (15) que pediu o cancelamento do registro para uma oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) de ações preferenciais.

A companhia atribuiu a decisão “à vista das momentâneas condições desfavoráveis do mercado de capitais nacional e internacional”.

LEIA MAIS: Banco Daycoval pede registro para IPO

O anúncio ilustra o anticlímax do mercado brasileiro de ofertas de ações, que ensaiava no começo de 2020 ter um recorde de operações em mais de uma década, movimento atropelado pela crise provocada pela pandemia do coronavírus.

A gestora de frotas de caminhões BBM Logística anunciou na terça-feira (14) que pediu a interrupção do pedido de análise para sua oferta inicial de ações por até 180 dias.

O Banco Daycoval e a BBM foram algumas das mais de duas dezenas de empresas que pediram registro para IPO desde fevereiro.

Desde que a crise foi deflagrada, Caixa Seguridade postergou seus planos de listagem, enquanto o banco BV cancelou o pedido de registro de IPO.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).