Bosch compra startup de compartilhamento de carros dos EUA

A Splitting Fares desenvolveu um aplicativo que conecta pessoas que usam a mesma rota para o local de trabalho ou estudo

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
iStock
iStock

A Bosch disse que sua nova divisão se concentrará nos compartilhamentos de veículos, viagens e serviços baseados em conectividade para motoristas (iStock)

Acessibilidade


A alemã Robert Bosch anunciou hoje (21) uma nova divisão para ampliar seu alcance nos mercados de serviços de viagem e veículos conectados e adquiriu uma pequena empresa de transporte por aplicativo nos Estados Unidos como parte da mudança estratégica.

LEIA MAIS: De vinhos a relógios, sites de compartilhamento oferecem experiências de luxo

A startup de carros compartilhados Splitting Fares, cujo aplicativo conecta pessoas que compartilham a mesma rota para o local de trabalho ou estudo, será parte da nova divisão de Soluções de Mobilidade Conectada da Bosch, disse a companhia.

As empresas não divulgaram o preço de aquisição.

A Splitting Fares, fundada em 2015, foi financiada por investimentos iniciais de Verizon, Wells Fargo e Fontinalis Partners, que é de co-propriedade do presidente da Ford Motor, Bill Ford.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A Bosch disse que sua nova divisão se concentrará nos compartilhamentos de veículos, viagens e serviços baseados em conectividade para motoristas.

A empresa também incluirá a unidade COUP da Bosch, que aluga e-scooters em Berlim e Paris, e seu sistema recém-desenvolvido de componentes elétricos conectados, chamado System!e.

VEJA TAMBÉM: UNDER 30 de FORBES Brasil terá indicações online

Conforme expande as atividades para incluir serviços de compartilhamento de viagens, a Bosch competirá com seus clientes de autopeças, como Uber e Didi, que também estão trabalhando em carros autônomos.

No início deste mês, a Bosch informou que começará a testar carros autônomos que vem desenvolvendo com a proprietária da Mercedes-Benz, Daimler.

Compartilhe esta publicação: