Carolina Herrera faz doação à ONG brasileira

Divulgação
Das organizações indicadas para receber o suporte da estilista Carolina Herrera (no centro da foto), a escolhida foi o Instituto As Valquírias, de Amanda Oliveira (de vestido preto), eleita Under 30 da Forbes na categoria terceiro setor na edição 2018

Resumo:

  • Carolina Herrera e sua herdeira, Carolina Herrera Baez, visitam o Brasil para lançar nova fragrância e apoiar uma instituição brasileira;
  • Instituto As Valquírias, fundado pela Under 30 Amanda Oliveira, foi escolhido por trabalhar o empoderamento feminino desde a infância;
  • Instituição já atendeu 530 famílias e propõe transformação social com educação e capacitação.

Na última semana, Carolina Herrera, estilista venezuelana radicada nos Estados Unidos, esteve no Brasil ao lado de sua filha, Carolina Herrera Baez, para o lançamento da nova versão da fragrância Good Girl Dot Drama de sua marca de perfumes, CH. Além do evento de apresentação do perfume, a estilista tinha a missão de selecionar uma ONG brasileira para apoiar.

VEJA TAMBÉM: Um time de heróis

Das organizações indicadas para receber o suporte, a escolhida foi o Instituto As Valquírias, de Amanda Oliveira, eleita Under 30 da Forbes na categoria terceiro setor na edição 2018. Segundo informações da grife, o principal motivo para a seleção foi o fato de a instituição trabalhar com o empoderamento feminino de meninas em situação de vulnerabilidade social, por meio de oficinas de sustentabilidade, aulas de empatia, resiliência e sororidade, entre outros tipos de atividades.

Para Amanda, de 30 anos, o aporte em euros – cujo valor não quis revelar – ajudará a alavancar os trabalhos realizados pela instituição. “Ficamos orgulhosas em saber que nos destacamos entre tantas outras organizações por trabalhar o empoderamento feminino desde a primeira infância. É notório que a elegância delas vem de dentro e tem muito a ver com o que elas fazem em prol das mulheres em geral”, disse a Forbes. Ainda segundo a Under 30, Carolina Herrera pretende voltar ao país para visitar a ONG ainda e 2019.

A entidade fundada por Amanda Oliveira aos 18 anos em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, já ofereceu suporte a 530 famílias e tem o compromisso de transformar a vida de meninas e mulheres em situação de risco social por meio da capacitação e da educação.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).