Além do Facebook e Instagram: marketing de vídeo no Twitter e LinkedIn

WDnet/GettyImages
O vídeo tem se tornado mais frequente no LinkedIn e no Twitter também, embora as peças sejam mais conhecidas pelos textos

Resumo:

  • Apesar de serem conhecidos pelas publicações de textos, Twitter e LinkedIn têm sido escolha frequente para marketing de vídeo;
  • Postagens com conteúdo audiovisual geram mais de 300 milhões de impressões no LinkedIn e 2 bilhões de visualizações no Twitter por dia;
  • Plataformas permitem a replicação e reaproveitamento de conteúdos em audiovisual preexistentes em outras redes sociais.

Facebook e Instagram se tornaram as principais plataformas de marketing de vídeo. Com mais de 2 bilhões de usuários ativos mensais no Facebook e 1 bilhão no Instagram, as marcas podem atingir um público amplo com produções envolventes. Devido às altas taxas de engajamento e à natureza visual das duas redes sociais, ambas se tornaram ferramentas valiosas de marketing de vídeo. Mas elas não são os únicos canais de mídia social que vêm ganhando espaço neste segmento. O vídeo tem se tornado mais frequente no LinkedIn e no Twitter também, embora as peças sejam mais conhecidas pelos textos. Em números, as postagens em vídeo no LinkedIn geraram mais de 300 milhões de impressões e há mais de 2 bilhões de visualizações de vídeos no Twitter por dia.

VEJA TAMBÉM: Descubra o que é a revolução digital

O que tudo isso significa? Que você deve aproveitar as várias plataformas de mídia social para impulsionar o engajamento de vídeo e rentabilizar seu orçamento para este tipo de anúncio.

Marketing de vídeo no LinkedIn

Comerciantes B2B (business to business) podem criar vídeos para as áreas de Conteúdo Patrocinado e Páginas da Empresa na plataforma do LinkedIn. Com o vídeo, as empresas podem criar reconhecimento, direcionar tráfego para seus sites e atrair leads qualificados. Além disso, os anunciantes podem segmentar suas ações em vídeo para um mercado específico com base em determinados atributos, como cargo, experiência, nome da empresa, setor, características e muito mais. Na página da empresa, as marcas podem criar produções que oferecem ao público informações sobre sua cultura, produtos, últimas notícias e eventos. Isso impulsiona o engajamento e inicia o diálogo com o público profissional.

Com 57% do conteúdo B2B consumido via celular, o LinkedIn visa otimizar o material de vídeo para feeds móveis. Isso deve facilitar que os usuários assistam as produções em dispositivos menores com sistemas operacionais exclusivos.

Veja, abaixo, os vídeos que o marketing B2B pode usar para aumentar o reconhecimento da marca e o engajamento no LinkedIn:

Vídeos embedados

Esses vídeos são postados em plataformas exclusivas de vídeo, como YouTube e Vimeo. Em seguida, o conteúdo é compartilhado no LinkedIn por meio de um link.

E AINDA: Como a IA mudará o marketing de conteúdo

Vídeos nativos

Os vídeos nativos são carregados diretamente no LinkedIn ou criados na plataforma. As peças são reproduzidas automaticamente no feed, enquanto as embedadas não. Portanto, por chamarem mais atenção, é provável que os usuários assistam mais vídeos nativos no LinkedIn.

Anúncios em vídeo

Anúncios em vídeo no LinkedIn são exibidos no feed. Os anunciantes podem criar campanhas em produções audiovisuais na plataforma para atingir os públicos-alvos de forma ampla, mas segmentada.

Marketing de vídeo no Twitter

Você sabia que o motivo número um para as pessoas visitarem o Twitter é descobrir algo novo e interessante? Ao fazer uso de vídeo na rede social, é possível educar o público quanto a sua marca e a mensagem que deseja transmitir. Segundo o próprio Twitter, as publicações com vídeo são 10 vezes mais atraentes do que as demais, e os tuítes promovidos geram economia de mais de 50% no custo por engajamento.

Veja, abaixo, as possibilidades em vídeo para o Twitter:

Vídeo promovido

Você pode promover um vídeo compartilhado em sua conta do Twitter – a estratégia permite alcançar um público cinco vezes maior. Além disso, ao aparecer no feed, o conteúdo será reproduzido automaticamente para chamar a atenção do usuário e mantê-lo assistindo.

Vídeo cartão de visita

Depois de assistir ao vídeo, você pode incentivar os usuários a visitarem sua página com o uso de cartões de visita em vídeo. Eles são ótimos para fazer com que os leitores de dispositivos móveis acessem sua plataforma com um atraente call to action (CTA). Segundo o Twitter, os cartões de visita geram o dobro da taxa de cliques em relação aos anúncios de vídeo padrão para dispositivos móveis. Eles também aumentam a retenção de usuários em mais de 60% porque as pessoas podem assistir ao cartão de visita enquanto o site é carregado.

LEIA AQUI: Por que clientes e profissionais de marketing precisam da inteligência artificial humana

Anúncios em vídeo in-stream

Esses anúncios são exibidos no começo do vídeo de um dos mais de 200 parceiros de conteúdo do Twitter. O uso de propagandas em peças in-stream possibilita a criação de conteúdo que será visto pelos usuários toda vez que os vídeos dos principais editores forem assistidos. Anúncios visualizados através de vídeo in-stream têm 70% mais chances de serem lembrados do que aqueles que são veiculados com outras estratégias.

Veja algumas práticas recomendadas para aumentar o envolvimento e maximizar o gasto com anúncios ao criar conteúdo de vídeo no Twitter:

Faça vídeos compatíveis com dispositivos móveis

Legendas podem facilitar a visualização no celular, já que alguns usuários podem não fazer uso do som. Testar a reprodução do seu conteúdo também é uma boa ideia para garantir que eles sejam exibidos de forma eficaz em dispositivos móveis.

Crie um CTA

Incentive os usuários a agir. Isso ajuda a gerar uma resposta melhor e a aumentar o engajamento.

Faça tuítes curtos

Segundo o Twitter, vídeos com menos texto apresentam melhor desempenho.

SAIBA MAIS: As maiores tendências de SEO para 2019

Conclusão

Comece a explorar o Twitter e o LinkedIn e encare-os como uma boa opção de marketing de vídeo, engajamento e cliques no seu website. É possível redirecionar o conteúdo já veiculado e produzido para essas plataformas e observar quanta exposição e visibilidade sua marca receberá. Fazer uso dessas plataformas combinadas com outras ferramentas de mídia social pode ajudar sua empresa a alavancar um crescimento exponencial e a ter maior retorno sobre o investimento.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).