Fundador bilionário do Dropbox, Drew Houston entra para o conselho de administração do Facebook

ReproduçãoForbes
ReproduçãoForbes

A Forbes estima que Houston tenha um patrimônio de US$ 1,3 bilhão, o que o torna o quinto bilionário indicado para o conselho do Facebook

O Facebook anunciou ontem (3) em um documento regulatório que o fundador e CEO do Dropbox, Drew Houston, 36 anos, entrará para o conselho de administração da empresa.

A Forbes estima que Houston tenha um patrimônio de US$ 1,3 bilhão, o que o torna o quinto bilionário indicado para o conselho do Facebook. Os outros são o fundador e CEO da empresa, Mark Zuckerberg (avaliado em US$ 75,7 bilhões), a COO Sheryl Sandberg (US$ 1,6 bilhão) e os primeiros investidores Peter Thiel (US$ 2,3 bilhões) e Marc Andreessen (US$ 1,3 bilhão).

Tanta riqueza em um conselho é raro, mesmo para empresas blue chip do Vale do Silício. A Alphabet, proprietária do Google, tem quatro bilionários entre os 11 membros (Larry Page, Sergey Brin, Ram Shriram e L. John Doerr), e a Amazon possui apenas um (Jeff Bezos).

A adição de Houston faz ressurgir questões sobre a possibilidade de o conselho agir de forma independente e sua capacidade de fornecer uma verificação legítima da influência de Zuckerberg sobre a empresa.

LEIA MAIS: Como o Facebook venceu a crise em 2019

Zuckerberg e Houston são amigos. Os dois foram fotografados jogando pingue-pongue juntos, e a “Bloomberg” relata que Houston pediu conselhos a Zuckerberg no passado.

Esse tipo de relacionamento entre Zuckerberg e um membro independente do conselho já foi problema para a empresa no passado. Em 2016, os acionistas do Facebook entraram com uma ação contra o conselho, acusando o membro Marc Andreessen de aconselhar Zuckerberg de forma parcial, em vez de representar os interesses dos investidores.

Os acionistas do processo alegaram que Andreessen influenciou injustamente Zuckerberg por meio da reclassificação de ações que lhe permitiu vender papéis do Facebook e financiar seu novo projeto de filantropia sem perder seu status de voto majoritário. O processo acabou cerca de um ano depois.

“Foi inspirador ver o Facebook crescer em uma plataforma que atinge bilhões de pessoas em todo o mundo. Estou ansioso para trabalhar com Mark e o restante do conselho nas muitas oportunidades e desafios futuros”, disse Houston em comunicado.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).