Sucesso de “Sonic” mostra que Hollywood precisa ouvir os gamers

Reprodução Forbes
Ouvir quem jogou “Sonic” significa que a adaptação para o filme finalmente alcançou o público-alvo

Depois de todo o drama em torno do novo live-actionSonic – o Filme”, a produção passou a ter um dos melhores finais de semana de estreia nas bilheterias para uma adaptação de jogo.

Segundo a Variety, “Sonic” faturou US$ 57 milhões nas bilheterias dos EUA durante seu fim de semana de lançamento –total global de US$ 100 milhões. Isso supera “Pokémon: Detetive Pikachu”, que faturou US$ 54 milhões em seu fim de semana de abertura no ano passado e foi o detentor do recorde anterior.

VEJA TAMBÉM: “Sonic” domina bilheteria com poderosa estreia de US$ 57 milhões

Embora as críticas sejam um pouco confusas, a reação do público foi muito positiva. Algo que Paul Tassi, colunista de entretenimento da Forbes, aponta como ponto favorável e de sucesso é o público do filme: pessoas que cresceram com os jogos originais.

O ponto principal aqui, porém, é que o fato de a Paramount ter mudado o design do personagem Sonic após a versão inicial horrorizar o público em todo o mundo. Ao fazer isso, eles ouviram o consumidor e fizeram com que o personagem fosse mais alinhado com os jogos originais –o que também causou atraso no lançamento do filme.

Como os filmes da Marvel são feitos, inspirados nos quadrinhos originais, talvez seja hora de Hollywood aprender que o mesmo se aplica aos games. Compreender sua história e realmente ter uma experiência prática de como eles podem ser incrivelmente valiosos se você quiser adaptá-los para produções cinematográficas.

Ouvir quem jogou “Sonic” significa que a adaptação para o filme finalmente alcançou o público-alvo.

O filme funciona porque, em primeiro lugar, atrai o público que realmente se interessa pela bola de pelos azul e é assim que deve funcionar. A expectativa é de que esse tipo de comportamento sensível por parte dos executivos de Hollywood prevaleça no futuro, em vez de ser deprimentemente raro.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).