Demos primeiro passo para acordo de livre comércio com EUA, diz Bolsonaro

Reuters
Reuters

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e presidente Jair Bolsonaro no resort de Mar-a-Lago, em Palm Beach, na Flórida

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (10) que foi dado o primeiro passo para um acordo de livre comércio entre Brasil e Estados Unidos durante encontro no fim de semana com o presidente norte-americano, Donald Trump, na Flórida.

“Foi dado o primeiro passo para um acordo de livre comércio com os EUA”, disse Bolsonaro a jornalistas após participar de conferência sobre as relações entre Brasil e Estados Unidos, em Miami.

VEJA MAIS: Bolsonaro ouve elogios de Trump antes de jantar, mas não promessas sobre tarifas

Ao sair de um evento organizado pelo Fórum das Américas, Bolsonaro falou rapidamente com os jornalistas que acompanham sua viagem aos Estados Unidos. Segundo o presidente, o acordo foi discutido durante o jantar com Trump na residência de verão do norte-americano, Mar-a-Lago, na noite de sábado (7).

Bolsonaro disse que a iniciativa de pedir um acordo comercial mais amplo foi dele, e Trump concordou.

“Discutimos as questões pontuais de interesse dos norte-americanos, como etanol e carne de porco, e eu pedi para ele que deixássemos as questões pontuais e discutíssemos de forma mais ampla. Ele concordou e então as nossas assessorias irão começar a discutir um acordo comercial mais amplo”, disse Bolsonaro.

O governo brasileiro começou a falar de um acordo comercial com os Estados Unidos ainda em março de 2019, na primeira visita de Bolsonaro aos Estados Unidos. No entanto, a negociação tem entraves claros, especialmente em relação aos parceiros do Mercosul.

Como membro do bloco, o Brasil só pode negociar acordos comerciais junto com os demais países. Enquanto Uruguai e Paraguai tem interesse em seguir linha semelhante, o novo governo argentino tem mais resistências a essa negociação.

A equipe econômica, no entanto, planeja tentar alterar regras internas do Mercosul para permitir algum modelo de negociação individual.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).