Justiça de SP aprova plano de recuperação judicial da Odebrecht

GettyImages/ Visoot Uthairam
GettyImages/ Visoot Uthairam

O pedido de recuperação judicial da Odebrecht é um dos maiores da história do país

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo aprovou hoje (27) o plano de recuperação judicial do conglomerado Odebrecht, segundo documento visto pela Reuters.

Na decisão, o juiz João de Oliveira Rodrigues Filho rejeitou objeções à aprovação do plano, inclusive a alegação de conluio entre bancos BNDES, Itaú Unibanco, Bradesco, Santander e Banco do Brasil com o grupo para prejudicar os demais credores.

Leia mais: Forbes promove primeiro webinar sobre Saúde Mental nas empresas. Participe

Segundo o magistrado, o pedido deve ser concedido “porém com algumas ressalvas em relação a algumas cláusulas que não estão de acordo com a legislação vigente”, afirmou.

Um dos principais alvos da operação Lava Jato, a Odebrecht viu a oferta de empréstimos desaparecer, o que a levou a pedir recuperação judicial em junho do ano passado, com dívidas de R$ 65,5 bilhões, um dos maiores processos do tipo na história no país.

Credores da Odebrecht aprovaram em abril o plano de recuperação de 12 de 20 subsidiárias do grupo e representam mais de 99% da dívida do grupo, de R$ 53 bilhões. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).