Saiba se você tem o perfil ideal para algum destes 5 cargos estratégicos

Getty Images
Descrições foram criadas a partir de teste psicológico de Cambridge que analisa a personalidade de candidatos

Resumo:

  • Postos de liderança, comercial, planejamento, administrativo e operacional possuem características comuns e antagônicas;
  • O Orpheus Business Personality Inventory foi desenvolvido na Universidade de Cambridge;
  • O teste avalia se a personalidade de um candidato é compatível aos ideais da empresa, mas também descobre se as respostas são sinceras ou mentirosas.

Em 2018, a Page Personnel, empresa especializada em recrutamento, divulgou um levantamento destacando que 90% das pessoas contratadas por suas qualidades técnicas são demitidas por conta de características comportamentais.

LEIA MAIS: 6 técnicas não tradicionais de recrutamento

“Às vezes, você trabalha em um ambiente que não é o seu. Você faz um bom trabalho, mas fica insatisfeito, se demitindo ou sendo demitido”, comenta a psicóloga especializada Márcia Oliveira, fundadora da startup Germinar RH. Tentando otimizar a combinação entre empresas e funcionários, a empresa investiu em um teste psicológico acadêmico e trouxe para o Brasil o Orpheus Business Personality Inventory, desenvolvido pela Universidade de Cambridge.

O diferencial, segundo a Germinar RH é que, durante o exame, são analisadas escalas de companheirismo, autoridade, conformidade, emoção e detalhe, além de uma avaliação de “integridade”, que leva em conta proficiência, orientação para o trabalho, paciência, imparcialidade, lealdade, transparência e iniciativa.

“O objetivo não é colocar o candidato em categorias como ‘apto’ ou ‘inapto’, mas fornecer informações relevantes de personalidade que impactam nos cargos que irão ocupar”, explica Márcia. A especialista diz ainda que o processo é recomendado em fusões e aquisições de empresas, coaching executivo e em profissões que dependem de tomadas de decisões críticas; desde médicos a pilotos de avião.

O teste também consegue analisar se o avaliado foi honesto em suas respostas. “Há ferramentas que identificam se há discrepância ou contrações no que é respondido. Caso sejam identificados muitos, o teste fica inapto”, explica Márcia. Feito online, o exame possui 190 questões e leva cerca de 20 minutos para ser respondido.

É possível fazer o teste em português, inglês, espanhol, turco, indonésio e em chinês, e o exame é adaptado à cultural local. Há, por exemplo, uma questão referente a “sair com as pessoas do serviço após o expediente”. A pergunta tem pesos diferentes para um londrino e um brasileiro. “Aqui, somos mais extrovertidos, logo, a nossa média de socialização é diferente da Inglaterra”, explica Márcia.

O teste foi aprovado pelo Conselho Federal de Psicologia do Brasil, após um estudo do professor doutor Igor Menezes, da Universidade Federal da Bahia, que conduziu uma pesquisa com 938 pessoas em diversas partes do país. Atualmente, ele é professor em Comportamento Organizacional, Recursos Humanos e People Analytics da Universidade de Hull, na Inglaterra.

Para Menezes, a avaliação também “preenche uma lacuna na área científica da pesquisa acadêmica da psicologia brasileira, dado o seu rigor metodológico e a possibilidade de levantamento de dados de personalidade aplicados a ambientes ocupacionais”.

O relatório possui duas versões: o interpretativo (que gera automaticamente um análise dos resultados) por R$ 190, e o relatório de perfil por R$ 160. A certificação para psicólogos têm valor de R$ 1.620 (ou 3x de R$ 600).

VEJA TAMBÉM: Síndrome de Burnout: saiba como se proteger deste mal 

Paul McKeown, diretor de desenvolvimento de negócios da Germinar RH, diz que o Brasil é um país interessado no uso de técnicas de recrutamento, o que o deixa otimista com o sucesso da ferramenta. “A expectativa deste ano é vender 2.000 testes. Em 2023, esperamos chegar a 10 mil por ano (cerca de 800 por mês) e, a partir daí, começar a recuperar o investimento”.

A Forbes testou a plataforma e percebeu que os resultados da avaliação eram compatíveis. Vale ressaltar que nos processos de seleção o candidato não tem acesso ao teste. Características sociais, relacionamento pessoal, profissional, ambiente de trabalho ideal, técnicas e formas de trabalho apareceram de forma descritiva e objetiva no resultado final.

As perguntas são curtas, simples e possuem quatro possibilidades de respostas (de concordo totalmente a discordo totalmente), o que torna sua realização fácil e fluida, sem dar a sensação de algo maçante.

Separamos, com base no Orpheu, características ideais para cargos em cinco setores estratégicos de empresas. Veja a seguir:

Liderança

CEOs, CMOs e cargos relacionados precisam ter boa autoridade e capacidade de tomar decisões difíceis. Seu nível de companheirismo pode ir de médio a alto. Pouco presos a detalhes, eles devem ser inclinados a ter uma visão estratégica. Seu ritmo de trabalho é elevado, e as pessoas ideais para esses cargos gostam de competir e liderar. Além disso, devem ser muito abertos à comunicação.

Vendas e comercial

Esta área pede profissionais que trabalhem bem em equipe e gostem de discutir para chegar a bons resultados. Bons profissionais do setor não se deixam levar pelas emoções, sendo hábeis em trabalhar sob pressão e com inclinação a uma visão mais estratégica. Suas soluções devem ser baseadas em tentativa e erro. Geralmente, são pouco pacientes e tendem a ser competitivos.

Planejamento

Funcionam aqui profissionais que costumam trabalhar de forma independente e seguir as regras de trabalho tradicionais em sua área. Devem ser detalhistas e focados em tarefas que precisam de atenção. Geralmente, têm a proficiência alta, voltados para o trabalho sistemático e paciente.

Financeiro e administrativo

Novamente, profissionais que gostam de trabalhar sozinhos e seguir modelos comuns de trabalho se dão bem. Eles devem ter muita atenção aos detalhes para se destacar em tarefas que demandam exatidão. Proficiência e imparcialidade, com abordagem racional e muita paciência, são características desejáveis.

Operacional

Devem ser profissionais com capacidade de trabalhar sob pressão e usar técnicas habituais para concluir suas tarefas. Pessoas que não são muito impactadas pelas emoções, trabalham bem sob pressão e têm atenção aos detalhes se dão bem em funções operacionais. Ser sistemático, paciente, imparcial e leal também são características desejáveis para quem trabalha na área.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).