Como desenvolver cinco características essenciais para ter uma postura de líder

alvarez/ Getty Images
alvarez/ Getty Images

Chamado de 5C, conjunto de habilidades e qualidades é importante na construção da liderança

Não há dúvida de que exibir sua liderança pode ajudá-lo a conseguir uma promoção ou dar um impulso extra à sua carreira, fazendo você se destacar entre seus colegas.

Mas essa postura de líder não é atribuída automaticamente a quem tem um título de liderança, habilidades técnicas avançadas ou um alto potencial de liderança; e não é necessariamente um reflexo preciso de suas verdadeiras qualidades e talentos.

LEIA MAIS: 7 dicas para ter sucesso em um trabalho que você nunca fez antes

Ao contrário, a liderança depende inteiramente de como as outras pessoas o avaliam e como você influencia a percepção delas sobre você, e isso requer uma compreensão profunda do impacto de sua aparência, sua linguagem corporal, seu estado emocional e seu estilo de comunicação.

A boa notícia é que essa postura de líder pode ser desenvolvida. Como qualquer outro conjunto de habilidades, basta compreensão e prática. Ao longo da minha carreira, trabalhei com milhares de profissionais maravilhosos e os ajudei a projetar as qualidades necessárias para avançar em suas carreiras. No meu último livro, “Stand Out: How to Build Your Leadership Presence” (ou em tradução livre, “Destaque-se: Como Desenvolver a Postura de Líder), especifiquei exatamente o que é preciso.

Veja na galeria abaixo os cinco Cs –credibilidade, confiança, compostura, conexão e carisma– para se ter uma liderança com postura:

  • Credibilidade

    Você pode ser bem informado, habilidoso e inovador, mas isso não garante que os outros o vejam como o líder confiável que você realmente é.

    Uma maneira segura de aumentar sua credibilidade é ir direto ao ponto. Os períodos de atenção de todos nós são curtos, e você precisa se comunicar de uma forma atraente e breve. Simplicidade não é apenas uma habilidade de comunicação interessante, é uma necessidade para ser visto como confiável. Se você divaga ou rodeia muito, qualquer esperança de prender a atenção das pessoas se perde. Um bom teste é se perguntar: “Em dez palavras ou menos, qual é a minha mensagem principal?” Se você não consegue formular isso para si mesmo, não está pronto para comunicar aos outros.

    Tim Robberts/ Getty Images
  • Confiança

    A confiança é o traço mais associado à postura de líder, e sua linguagem corporal pode ajudar a enviar a mensagem certa. Quando você quiser ter uma aparência mais confiante, lembre-se de ficar ereto –ombros retos, cabeça elevada, braços ligeiramente afastados do tronco, pés apoiados no chão se estiver sentado ou separados na largura dos ombros se estiver em pé. A postura é especialmente importante em um ambiente virtual onde sua linguagem corporal faz uma declaração instantânea sobre sua autoridade e poder pessoal. Um benefício colateral é que a boa postura não só faz você parecer mais confiante, mas também faz você se sentir bem e autoconfiante.

    Getty Images
  • Compostura

    Manter o equilíbrio quando se está sob pressão pode ser difícil, mas é essencial para projetar uma boa postura de liderança. Ao manter a compostura em situações estressantes, você parece confiável, capaz e no controle –todas as qualidades que as pessoas procuram em um líder.

    Se você não tem uma estratégia para lidar com situações de alto estresse, eis o que provavelmente acontece: essa situação se torna um gatilho para uma reação comumente conhecida como a resposta “fugir ou lutar”. À medida que seu corpo é inundado pelo “hormônio do estresse” (cortisol), sua frequência cardíaca aumenta, sua respiração fica rápida e seus músculos ficam tensos. Além disso, sua amígdala (a região emocional de seu cérebro) começa a se sobrepor ao córtex pré-frontal (a parte do cérebro que toma decisões racionais). Em outras palavras, você literalmente perde sua capacidade de pensar direito.

    Para impedir um gatilho e uma reação autodestrutiva, no momento em que você perceber que está em uma situação estressante, diga mentalmente a palavra “pare”. Em seguida, respire fundo e expire lentamente. Em vez de reagir automaticamente ao evento, a pausa dá a você o tempo necessário para retomar o controle e escolher a melhor forma de responder.

    Luis Alvarez/ Getty Images
  • Conexão

    Sua capacidade de se conectar com outras pessoas tem tudo a ver com como você as faz se sentirem. É por isso que a habilidade mais importante para uma boa conexão com outros é ouvir com empatia. Se você se considera uma pessoa empática, já tem uma vantagem profissional genuína. Caso contrário, ouvir com empatia é uma habilidade que vale a pena desenvolver. Veja algumas dicas:

    – Esteja totalmente presente em uma conversa. Afaste todas as distrações e concentre toda a sua energia no que a outra pessoa está dizendo.

    – Faça perguntas para ter certeza de que entendeu: “Conte-me mais sobre essa situação” ou “Eu entendi você dizer (repita o que você ouviu)…?”

    – Ignore o desejo de oferecer prematuramente sua opinião ou conselho. Nem todo mundo está procurando uma solução. Frequentemente, as pessoas querem apenas expressar seus sentimentos e pontos de vista.

    Compassionate Eye Foundation- Mark Langridge/ Getty Images
  • Carisma

    Quando a maioria das pessoas pensa em carisma, imaginam uma celebridade fazendo uma entrada extravagante para chamar a atenção de todos os presentes. Embora possa ser uma demonstração adequada de carisma para celebridades, não é realista nem necessário para projetar a sua presença de liderança em seu trabalho cotidiano. Você pode exalar carisma sem ser chamativo, extrovertido ou dominante.

    Carisma é um fluxo de energia que atrai as pessoas como um ímã a você. Embora eu concorde que um ensaio antes de uma apresentação seja muito importante, quando você estiver de pé em um palco ou na frente de todos em uma sala de reunião, será mais carismático se parar de pensar na técnica.

    Lembre-se de que, quando você está genuinamente investido no que está dizendo, sua linguagem corporal se alinha automaticamente às suas palavras, e, quando você se concentra no público, em vez de em si mesmo, você se conecta a ele em um nível mais profundo e pessoal. Isso é ser carismático!

    alvarez/ Getty Images

Credibilidade

Você pode ser bem informado, habilidoso e inovador, mas isso não garante que os outros o vejam como o líder confiável que você realmente é.

Uma maneira segura de aumentar sua credibilidade é ir direto ao ponto. Os períodos de atenção de todos nós são curtos, e você precisa se comunicar de uma forma atraente e breve. Simplicidade não é apenas uma habilidade de comunicação interessante, é uma necessidade para ser visto como confiável. Se você divaga ou rodeia muito, qualquer esperança de prender a atenção das pessoas se perde. Um bom teste é se perguntar: “Em dez palavras ou menos, qual é a minha mensagem principal?” Se você não consegue formular isso para si mesmo, não está pronto para comunicar aos outros.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).