Prada conquista Milão com coleção com linhas e cores ousadas

Peças fluorescentes de estilo urbano chique foram apresentadas em um arranha-céu na capital italiana

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Reuters
Reuters

As peças que se destacaram por suas cores ousadas e linhas duras (Reuters)

Acessibilidade


Com Milão literalmente a seus pés, a estilista Miuccia Prada apresentou ontem (22) sua coleção outono-inverno composta por peças fluorescentes de estilo urbano chique, em um arranha-céu na capital italiana da moda.

LEIA MAIS: 8 tendências de moda e beleza para 2018

Miuccia, que também é copresidente do grupo de artigos de luxo de mesmo nome, aproveitou a Semana de Moda de Milão para continuar sua exploração das diferentes facetas da feminilidade, com peças que se destacaram por suas cores ousadas e linhas duras.

Vestidas em tons fluorescentes de rosa, laranja e verde, as modelos dançaram ao som de Blondie. Instalações de luz neon representando macacos, dinossauros, bananas e alienígenas expostas do lado de fora do edifício podiam ser vistas pelas janelas que iam do chão ao teto.

A Prada realizou o desfile no edifício “Torre”, prédio moderno que será a mais nova adição à fundação de arte do grupo, “Fondazione Prada”. Os prédios já existentes da fundação, antes uma destilaria de gim, foram transformados na década de 1990 em um espaço dedicado à arte e à cultura contemporâneas.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Eu quis me vingar um pouco da arte, ocupando o espaço da Fondazione com moda”, disse ela aos repórteres depois do fim da apresentação.

O novo prédio será inaugurado oficialmente durante a Semana de Design de Milão, realizada anualmente em abril, e será usado como um espaço para exibições.

VEJA TAMBÉM: UNDER 30 de FORBES Brasil terá indicações online

Modelos desfilaram com o horizonte e trilhos de trens da cidade como pano de fundo, usando largos casacos de nylon e neoprene sobre delicados vestidos transparentes e saias de tule. Todas as modelos usavam laços de tule de cores brilhantes ao redor do pescoço.

“A ideia é a luta constante que as mulheres têm – uma dualidade entre força e ter que proteger a si mesma e o que você gosta como mulher, como a doçura e a feminilidade”, disse a estilista.

Ela explicou que as grandes peças de estilo esportivo tinham como objetivo defender simbolicamente as mulheres que as vestiam, enquanto os detalhes leves foram incluídos para que elas pudessem expressar sua condição feminina.

A coleção foi bem recebida pelo público, que irrompeu em aplausos quando Miuccia cruzou a passarela no final do desfile.

Compartilhe esta publicação: