Lloyds Bank oferece £ 2 bi para projetos verdes

Financiamentos são para clientes interessados em iniciativas sustentáveis

Redação
Compartilhe esta publicação:
Lloyds Bank oferece £ 2 bi para projetos verdes - iStock
Lloyds Bank oferece £ 2 bi para projetos verdes - iStock

O programa “Clean Growth Finance” disponibiliza £ 2 bilhões para o financiamento de iniciativas sustentáveis

Acessibilidade


O Lloyds Bank anunciou, em 14 de maio, o programa “Clean Growth Finance” (Financiamento de Crescimento Limpo), uma linha de financiamento que adiciona £ 2 bilhões a mais em recursos ao £ 1 bilhão já destinado para melhorar a eficiência energética no setor imobiliário comercial e aumentar a produtividade, informou o portal “Climate Action”.

SAIBA MAIS: Bancos irão financiar placas solares em residências

A iniciativa da Lloyds Bank oferece os recursos a todos os clientes de bancos comerciais interessados em investir em projetos verdes. Isso inclui a diminuição da emissão de carbono por parte das empresas, transporte de baixo carbono, eficiência de água e energética e redução de resíduos.

“Os negócios continuarão a ser uma fonte de inovação e de proveito das oportunidades apresentadas pela economia global de baixo carbono. Nosso financiamento apoiará pequenas melhorias na produção, aquecimento, transporte ou impacto ambiental até a infraestrutura de energia renovável em grande escala”, diz David Oldfield, diretor comercial do banco.

Ele acrescentou que os incentivos também serão fornecidos para atrair mais empresas para o projeto: “Com base em nosso compromisso de ajudar os clientes ao propor financiamento com desconto para investimentos em negócios sustentáveis, estaremos apoiando também as metas do Reino Unido de crescimento limpo”.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O Lloyds é o mais recente banco do Reino Unido a reforçar sua oferta de financiamento sustentável à medida que o setor continua a crescer em destaque. O mercado de títulos verdes, por exemplo, deve subir para US$ 200 bilhões este ano, contra os US$ 13 bilhões de cinco anos atrás.

No início deste mês, o Barclays adicionou a sua carteira verde empréstimos comerciais especiais para uso em projetos sustentáveis de baixo carbono. O banco disse que a iniciativa “aumentaria a nossa crescente proposta de banco corporativo ecológico e a ambição de trazer esta proposta de financiamento para o fluxo principal de todos os nossos clientes”.

VEJA TAMBÉM: Fintech Creditas pede registro para ser banco

O HSBC se comprometeu a investir US$ 100 bilhões em apoio à economia de baixo carbono até 2025. O banco com sede em Londres também prometeu parar de financiar novas usinas a carvão e areias betuminosas.

Compartilhe esta publicação: