Suíça investiga banco J. Safra Sarasin no âmbito da Lava Jato

Procuradoria abriu procedimentos por suspeita de que fragilidades internas impediram a instituição de prevenir o pagamento de propina.

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Denis Balibouse/Reuters
Denis Balibouse/Reuters

O banco J. Safra Sarasin não comentou sobre o assunto

Acessibilidade


Procuradores federais da Suíça disseram hoje (24) que iniciaram procedimentos contra o banco J. Safra Sarasin como parte das investigações no âmbito da operação Lava Jato que envolvem a Petrobras e a Odebrecht.

LEIA MAIS: Lava Jato investiga gerentes do BB por lavagem de R$ 200 mi

A Procuradoria-Geral suíça abriu procedimentos contra o banco em novembro de 2018 por suspeita de que fragilidades internas impediram a instituição de prevenir o pagamento de propina a autoridades estrangeiras e agravou casos de lavagem de dinheiro, informou o órgão em comunicado nesta quinta-feira.

O banco J. Safra Sarasin não tinha nenhum comentário de imediato.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: