Ameaça da pandemia de coronavírus "se tornou muito real", diz chefe da OMS

Surto, no entanto, ainda pode ser controlado por meio de uma combinação de medidas de contenção e mitigação

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Manuel Silvestri/Reuters
Manuel Silvestri/Reuters

Praça de São Marcos praticamente deserta em Veneza

Acessibilidade


O coronavírus está mais perto de causar uma pandemia, mas os surtos nos países ainda podem ser controlados por meio de uma combinação de medidas de contenção e mitigação, disse a Organização Mundial da Saúde (OMS) hoje (9).

“Agora que o vírus está presente em tantos países, a ameaça de uma pandemia se tornou muito real”, disse Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, em entrevista coletiva.

LEIA MAIS: Armani doa € 1,25 milhão para hospitais da Itália combaterem o coronavírus

“Mas seria a primeira pandemia que poderia ser controlada. O ponto principal é que não estamos à mercê do vírus.”

Quatro países representam 93% dos quase 110.000 casos em todo o mundo, disse Tedros.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Estamos encorajados pela Itália estar tomando medidas agressivas para conter sua epidemia e esperamos que essas medidas se mostrem eficazes nos próximos dias”, acrescentou.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: