O papel do mundo digital para a Moleskine

Divulgação
Os produtos criados pela área de inovação da Moleskine já registram um crescimento de dois dígitos em faturamento

A fabricante italiana de produtos de papelaria de luxo e acessórios Moleskine está sofisticando sua estratégia digital, com uma entrada no segmento de serviços e um aumento de ofertas corporativas previstos para os próximos meses. Com um rol de clientes que inclui nomes como Pablo Picasso, Ernest Hemingway e Neil Gaiman, a Moleskine é famosa por seus cadernos de capa dura com lombada costurada, que podem ser fechados com uma tira de elástico. Porém, segundo o CEO da empresa, Lorenzo Viglione, a evolução digital é uma “realidade inescapável.”

“O mundo digital é uma parte intrínseca da sociedade contemporânea, mas descobrimos que nossos clientes ainda usavam papel e caneta enquanto dependiam muito de soluções tecnológicas”, aponta. “Foi um passo lógico conectar esses dois mundos e desenvolver ofertas que apoiam e nutrem criatividade e produtividade.”

VEJA MAIS: O novo ambiente de trabalho da geração Z

Os produtos criados pela área de inovação da Moleskine já registram um crescimento de dois dígitos em faturamento. Viglione, no entanto, nota que as novidades não são condição para a continuidade do sucesso do negócio tradicional, e sim uma questão de valor agregado. “A informação é mais bem registrada quando escrita, mas, à medida que o trabalho se torna mais flexível e se distancia de formatos tradicionais, realidades digitais se tornam essenciais.”

Neste ano, a empresa trouxe diferentes propostas de caderno digital, como o lançado em parceria com a Dropbox, e o app Flow, que ganhou o prêmio da Apple de excelência em design. Em 2019, a empresa também comprou a startup Edo.io, que desenvolve um serviço que integra as funções de agenda, diário e planner. Outra meta até o fim do ano é o lançamento da Moleskine Journey, uma plataforma de serviços que, segundo o diretor de inovação digital da empresa, Peter Jensen, vai incentivar “o equilíbrio entre reflexões diárias sobre a vida, atividades saudáveis e rotinas produtivas e criativas”.

Os produtos digitais da empresa incluem ainda o Smart Writing System, uma caneta equipada com um sensor que digitaliza anotações feitas no caderno físico, para o qual Jensen prevê mais integrações com sistemas empresariais nos próximos meses. “A ideia é fazer a Moleskine se tornar parte da rotina diária de trabalho, com produtos ainda mais orientados ao cliente corporativo.”

Para 2020, Jensen espera que os produtos desenvolvidos pela divisão digital, que é distribuída em países como Dinamarca, Singapura e Estados Unidos, ganhem cada vez mais protagonismo na empresa. “O ethos da Moleskine de abertura para novas ideias orienta nosso modelo de fazer negócios: nossas parcerias estratégicas nos permitem ser ágeis e administrar riscos, bem como acessar talentos globais.”

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).