OMS alerta contra afrouxar medidas contra coronavírus cedo demais

Entidade afirma que o perigo de abandonar as restrições é ter uma recaída

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Denis Balibouse/Reuters
Denis Balibouse/Reuters

OMS fez um alerta para que as restrições não sejam retiradas cedo demais

Acessibilidade


A Organização Mundial da Saúde (OMS) não tem uma recomendação geral para países e regiões afrouxarem medidas que visam desacelerar a propagação do coronavírus, mas fez um alerta para que as restrições não sejam retiradas cedo demais, disse um porta-voz da entidade hoje (7).

“Uma das partes mais importantes é não abandonar as medidas cedo demais para não ter uma recaída”, disse o porta-voz da OMS Christian Lindmeier em um briefing virtual.

LEIA MAIS: Brasil tem 12.056 casos confirmados de Covid-19 e 533 mortos

“É como estar doente e se você deixar a cama cedo demais e sair cedo demais, você corre o risco de uma recaída e de ter complicações”, acrescentou.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: