Para Andrea Orcioli, CEO da Sephora Brasil, “beleza é expressão de transformação, aceitação e autoestima”

Divulgação
Divulgação

Andrea Orcioli atua como CEO da Sephora Brasil desde 2019

“A mágica continua”, declara Andrea Orcioli sobre o poder de sedução – e de fogo – da Sephora, a marca francesa de sucesso no varejo mundial de cosméticos. CEO da empresa no Brasil desde 2019 – antes atuou como vice-presidente de marketing e merchandising para a América Latina – ela faz um balanço positivo desses tempos de crise, observando tanto um crescimento empresarial quanto profissional.

“Olhando em retrospecto, vejo que, apesar de tudo, conseguimos analisar rapidamente os acontecimentos e fomos ágeis em utilizar as oportunidades que costumam surgir em períodos de adversidade. Esse foi o lado bom de 2020″, avalia. Ela se orgulha do esforço coletivo que possibilitou a adaptação da empresa em um cenário de grandes e aceleradas mudanças.

Ao mesmo tempo, Andrea fala da sua responsabilidade com todos que trabalham com a Sephora e seus inúmeros colaboradores. “Eles são prioridade em qualquer decisão que eu tomar. E sinto gratidão por trabalhar em um grupo que genuinamente coloca as pessoas em primeiro lugar, proporcionando um sentimento de solidariedade e pertencimento para toda a equipe”, garante.

Um pouco de história: Fundada na França em 1970, a Sephora foi adquirida em 1997 pelo grupo LVMH Louis Vuitton Moët Hennessy – a gigante do mercado internacional de luxo – tornando-se a maior rede de produtos de beleza do mundo. Chegou ao Brasil em 2010 e hoje conta com cerca de 37 pontos de vendas – entre lojas e quiosques – no país, além de contar com a plataforma de e-commerce.

A trajetória profissional de sucesso de Andrea – formada em Comunicação Social, com especialização em Marketing na Universidade de Berkeley, nos Estados Unidos – passou anteriormente pela Unilever e pela Avon. Mas ela fala do impacto que experimentou ao ser contratada pela empresa francesa. “Não foi por trocar o mercado de massa pelo de luxo, mas por sair do lado do produto e enfrentar a velocidade do varejo. Então, respirei fundo: ‘eu posso, eu quero e eu vou’”, lembra.

Na verdade, a jovem Andrea queria ser bailarina. Durante a infância e adolescência, passou ao todo 14 anos se dedicando ao treino rígido e à disciplina do balé. A veia artística a levou ao curso de Comunicação Social e, mais tarde, quando descobriu que poderia muito bem trabalhar com sonhos e desejos do público desenvolvendo produtos em grandes empresas, decidiu a vida profissional. Da dança, manteve a disciplina de busca da excelência e foco no futuro.

Entre suas metas no trabalho, está fazer da Sephora Brasil, cada vez mais, para “todes”. “Temos um portfólio de marcas capaz de atingir todos os públicos, independente de idade, raça, classe social ou gênero. Beleza é expressão de transformação, aceitação e autoconfiança”, finaliza Andrea, resumindo a tal magia dos cosméticos.

A seguir, Andrea Orcioli #MulherdeSucessoResponde:

DONATA MEIRELLES: Com qual mulher da História você mais se identifica?

ANDREA ORCIOLI: Martha Graham, a grande coreógrafa e bailarina​ americana. Ela simplesmente revolucionou estabelecendo as bases da dança contemporânea. Mostrou como é possível expressar sentimentos profundos através dos movimentos do corpo. Quando penso na minha vida, é nela que eu me inspiro.

DM: Qual a sua maior conquista, profissional e pessoal?

AO: Sem dúvida ter chegado ao cargo de presidência de uma grande​ empresa. Nesse caminho tive o enorme desafio de substituir Flávia Bittencourt, uma líder que todos nós na Sephora admiramos. Mas pensei: “Seja você mesma, continue a sua trajetória”. Então desenvolvi o meu estilo de gestão e conquistei o apoio da equipe, que é o mais importante. No pessoal, é a minha família. Meus filhos, de 17 e 13 anos, e meu marido. Não existe nada mais perfeito na minha vida.

DM: Não confunda sucesso com…

AO: Cargo, poder, dinheiro. Sucesso é se orgulhar pelas metas que você​ atingiu. É fazer um bolo para a família e todo mundo amar. É a satisfação por aquilo que você realizou.

DM: Qual o seu maior luxo não material?

AO: O tempo que posso dedicar para mim mesma e para quem eu amo.​

DM: Se você pudesse ser um animal, qual seria? Por quê?

AO: Um cachorro, claro. Eles te amam incondicionalmente, são​ verdadeiros e leais.

DM: Na maquiagem, você é uma mulher olhos (máscara, sombra, delineador) ou lábios (batom)?

AO: Olhos! Por causa do balé, desde pequena eu sempre maquiei os​ olhos. É através deles que você enxerga o outro.

DM: Qual a sua filosofia de vida?

AO: Buscar a paz interior, lembrando sempre daquilo que se aprendeu​ em cada momento de felicidade. Acredito que a vida é uma só e precisamos ser felizes.

Com Mario Mendes

Donata Meirelles é consultora de estilo e atua há 30 anos no mundo da moda e do lifestyle.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião de Forbes Brasil e de seus editores.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).