Esmeralda gigante é encontrada na África

Raro cristal de 5.655 quilates será leiloado no próximo mês, em Singapura.

David Bressan
Compartilhe esta publicação:
Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

O Inkalamu foi descoberto em Kagem, a maior mina de esmeralda do planeta

Acessibilidade


No próximo mês, em Singapura, irá a leilão a Inkalamu – ou “Esmeralda do Leão”, como é traduzido o nome da esmeralda do idioma local Bemba. A raridade foi encontrada no final da manhã de 2 de outubro, pelo veterano mineiro Richard Kapeta e pela a geóloga Debapriya Rakshit. Com 5.655 quilates, é uma das maiores esmeraldas já encontradas no mundo.

LEIA MAIS: Diamante de 19 quilates pode alcançar US$ 50 milhões

O Inkalamu foi descoberto em Kagem, a maior mina de esmeralda do planeta, localizada na Zâmbia, enquanto os mineiros seguiam um veio. Em 2010, um cristal ainda maior foi descoberto lá: uma pedra preciosa de 6.225 quilates chamada “Insofu” ou “Elefante”.

As esmeraldas encontradas na mina Kagem foram formadas há mais de 450 milhões de anos. Há cerca de 500 milhões de anos, o magma derretido entrou em um xisto de magnetita de 1,8 bilhão de anos. A temperatura e a pressão causaram uma reação química entre os dois tipos de rocha, formando o mineral berilo incolor, um silicato de alumínio. Se o berilo contiver vestígios do elemento crómio, dará ao cristal uma cor verde, da qual deriva o nome da esmeralda.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: