Zoom dobra previsão de receita em 2020 com alta de trabalho remoto

A Zoom teve receita de US$ 328,2 milhões, superando as estimativas de analistas de US$ 202,7 milhões

A Zoom Video Communications quase dobrou as expectativas de receita anual ontem (2), à medida que mais pessoas trabalham em casa e se conectam com amigos online durante os bloqueios por coronavírus.

As ações da empresa da Califórnia subiram quase 5% no after-market depois que a receita e o lucro no primeiro trimestre também superaram as estimativas do mercado por uma ampla margem.

VEJA TAMBÉM: Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, e fique por dentro de tudo sobre empreendedorismo

A empresa foi criticada no período por questões de privacidade e segurança, o que a levou a investir em atualizações do serviço. Mas o relatório trimestral mostrou que a empresa agora tem cerca de 265.400 clientes com mais de 10 funcionários, um aumento de quase quatro vezes em relação à base de um ano antes.

A companhia concorre com Webex, Teams e com a plataforma Meet, do Google, oferecendo uma versão gratuita para consumidores.

A Zoom teve receita de US$ 328,2 milhões, superando as estimativas de analistas de US$ 202,7 milhões, segundo dados da Refinitiv. Embora a receita da Zoom tenha subido, seus custos aumentaram ainda mais. O custo da receita da empresa aumentou 330%, para US$ 103,7 milhões, o que reduziu a margem bruta para 68,4%, ante 80,2% um ano antes.

Um dos maiores custos da Zoom são os data centers e a banda para hospedar chamadas. A empresa administra algumas de suas centrais de processamento de dados, mas também paga pelos serviços de computação em nuvem da Amazon Web Services e da Microsoft, e em abril adicionou a Oracle como fornecedor.

Em termos ajustados, a empresa ganhou US$ 0,20 por ação no trimestre, superando a estimativa de analistas de US$ 0,09.

A Zoom elevou a previsão de receita para o ano, da faixa de US$ 905 milhões a US$ 915 milhões para a de US$ 1,78 bilhão a US$ 1,8 bilhão. Analistas, em média, previam receita de US$ 935,2 milhões. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).