Setembro começa com Ibovespa acima de 102 mil pontos e foco em reformas e cena fiscal

Carl Court/Getty Images
Carl Court/Getty Images

O volume financeiro da sessão alcançou R$ 26,66 bilhões.

O Ibovespa voltou a superar os 102 mil pontos hoje (1), com promessa do governo sobre a reforma administrativa e definição sobre o auxílio emergencial servindo como argumento para o viés mais comprador após um agosto fraco.

Índice de referência no mercado acionário brasileiro, o Ibovespa fechou em alta de 2,82%, a 102.167,65 pontos, com forte noticiário corporativo também no radar. O volume financeiro da sessão alcançou R$ 26,66 bilhões.

LEIA TAMBÉM: Em dia de PIB, dólar cai com sinalização positiva do lado fiscal; exterior ajuda

O presidente Jair Bolsonaro disse pela manhã que o texto da reforma administrativa será enviado ao Congresso na quinta-feira e anunciou que o auxílio emergencial por causa da pandemia será de R$ 300 mensais até o final do ano.

“A retomada da agenda de reformas soou como música aos ouvidos para o mercado e levou a retomada dos 100 mil pontos”, afirmou o analista da Clear Corretora, Rafael Ribeiro.

No Congresso, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o programa Renda Brasil, gestado para aglutinar programas sociais em uma só, será estudado por mais tempo, enquanto defendeu a regra do teto de gastos.

Para estrategistas do BTG Pactual, o governo e o Congresso precisam avançar com reformas e consolidação fiscal para que o Ibovespa retome trajetória de alta. “Se o governo e o Congresso avançarem com a agenda de reformas e indicarem vontade de trabalhar na consolidação fiscal, os juros de longo prazo podem cair, abrindo o caminho para o Ibovespa voltar a subir”, disseram.

O PIB brasileiro confirmou uma esperada retração expressiva no segundo trimestre, reflexo dos efeitos da fase mais aguda da crise desencadeada pelo Covid-19, com agentes dizendo que o foco agora está nos sinais de recuperação da economia.

Nesse contexto, respaldou o tom positivo dados mostrando que a atividade da indústria no país deu um salto em agosto, segundo PMI do IHS Markit, com o volume de produção e a demanda atingindo níveis recordes.

O noticiário externo avalizou a forte alta do Ibovespa, com Wall Street registrando novos recordes para o Nasdaq e o S&P 500, em meio a números melhores também da atividade manufatureira de EUA e China. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).