Banco Central Francês vê a vacina impactando a economia em 2021

Depois de contrair cerca de 9% este ano, a segunda maior economia da zona do euro vai registrar crescimento em torno de 5% em 2021 e 2022.

Redação
Compartilhe esta publicação:
lupengyu / GettyImages
lupengyu / GettyImages

Depois de contrair cerca de 9% este ano, a segunda maior economia da zona do euro vai registrar crescimento em torno de 5% em 2021 e 2022

Acessibilidade


A expectativa do banco central da França de uma recuperação de 5% em 2020 e 2021 tem como base o pressuposto de que o efeito total das vacinas será sentido até o final do próximo ano, disse hoje (14) o presidente da autoridade monetária, François Villeroy de Galhau.

“Nossa hipótese é de que a epidemia continuará existindo no início de 2022 e o efeito total da vacina…não estará presente até o fim de 2021”, disse Villeroy à rádio France Inter.

O Banco da França projetou nesta segunda-feira que a economia francesa vai se recuperar no próximo ano conforme são retiradas as restrições, embora não com tanta rapidez quanto esperado anteriormente.

Depois de contrair cerca de 9% este ano, a segunda maior economia da zona do euro vai registrar crescimento em torno de 5% em 2021 e 2022 antes de desacelerar a pouco mais de 2% em 2023, segundo projeções do banco central francês.

A recuperação foi prejudicada depois de um segundo lockdown ter sido imposto no fim de outubro após novo surto de infecções.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Antes da segunda onda, o banco projetou em setembro contração de 8,7% este ano e crescimento de 7,4% em 2021 e 3% em 2022. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Compartilhe esta publicação: